Hamann Aventador – Lamborghini tunada com 760HP

O Lamborghini Aventador é um esportivo puro sangue. O visual é espetacular. O carro mistura linhas retas e curvas, saindo em vários ângulos diferentes, compondo um visual agressivo e muito bonito. E tem muita força. O motor 6.5 V8 do Aventador é uma verdadeira usina de força, capaz de gerar 700 HP, suficientes para levar o bólido de 0-100km/h em somente 2,9 segundos e atingir 350km/h de máxima.

No entanto, para certas pessoas, como o pessoal da Hamann Motorsport da Alemanha, o Lamborghini Aventador é um carro fraco e não tem lá muito apelo visual, acredite se quiser. Eles tinham que mexer nele. E fizeram. Você teria coragem?

Pois é, e eles até mexeram bastante. Deixaram o carro mais leve, colocando algumas entradas de ar diferentes, substituindo várias peças da carroceria por outras feitas de fibra de carbono, mudando o conjunto de pára-choque e grades frontais e alterando alguns itens aerodinâmicos na traseira.

O resultado foi um Aventador com linhas mais retas, num estilo um pouco mais retrô, lembrando os Countach da década de 1980. A mistura de cores chumbo e verde fosforescente aconteceu também no interior, que tiveram coragem de modificar bastante.

Claro, uma mexida no motor tinha que acontecer neste carro. Também reprogramaram a central de injeção, elevando a potência para 760HP. Parece pouco, mas os 60cv de diferença, coisa que muito 1.0 por aí tem de potência, são um aumento de quase 10%. Se o “piloto” deste verdadeiro carro de corrida vai notar, é outra história. Mas que é um aumento significativo, isso é.

Infelizmente a Hamann não divulgou dados de desempenho desse novo Aventador, nem se tem notícia de testes realizados por terceiros. Se você quiser, no entanto, pode montar o seu, igualzinho, afinal a Hamann disponibiliza, em seu site, venda de peças para você montar este Aventador. Basta comprar o seu próprio Lamborghini e tuná-lo. Ah, se fosse fácil. Infelizmente, esse é o tipo de carro reservado para alguns poucos mortais com muita grana no bolso.

O Aventador original:

Deixe uma resposta