Como verificar a procedência do carro?

Comprar um carro novo esta na sua listinha de sonhos a realizar em 2018? Nós ficamos muito contentes por você, mas para que você efetue uma compra segura é preciso escolher o veículo com cuidado, avaliando cada detalhe e não esquecendo de conferir a procedência do carro. Saiba como fazer isso a seguir!

Confira o hodômetro

Para aqueles que não sabem, o hodômetro é um instrumento posicionado no painel do carro que indica para o piloto qual foi a quilometragem percorrida por aquele veículo. Contudo, não confie cegamente nos dados dele, pois infelizmente existem pessoas mal-intencionadas que alteram os seus números.

Entenda que um carro com baixa ou alta quilometragem deixa vestígios difíceis de esconder, por isso fique atento ao estado dos pedais, estofados e sistema de freio, confira a condição dos filtros e suspensões, além de identificar se houve alguma substituição de peças originais por peças de reposição paralelas. O ideal neste processo é ser acompanhado por um mecânico de confiança!

Verifique a procedência do carro!

Imagine a seguinte situação: você pesquisou muito, escolheu o carro perfeito, conferiu se a quilometragem do hodômetro era verdadeira e fechou negócio. Contudo, depois de um tempo, descobre que o carro em questão é furtado ou roubado, ou ainda possui muitos débitos ocultos e alguma restrição judicial! Seria traumatizante, não é?

Mas como você deve verificar a procedência do carro? O primeiro passo é acessar o site do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Nele, munido com os dados reais do carro, é possível identificar todo um histórico do veículo, pois assim como nós, por meio do RG ou CPF, o carro possui uma identificação com dados mantidos por órgãos do governo.

Para fazer isso é necessário ter em mãos o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), além da placa do carro e o número do CPF ou CNPJ do dono do veículo. Além disso, com os mesmos dados você pode conferir algumas informações mais detalhadas do veículo no Departamento de Trânsito estadual em questão, o famoso Detran!

Para confirmar a procedência do carro também existem outros pontos de atenção. Por exemplo, um carro batido, arranhado ou que sofreu alguma avaria natural, tais como chuva de granizo ou enchentes, deixam rastros perceptíveis como: sujeiras sutís no interior, pequenos amassados, pequenas variações nas pinturas, texturas diferentes em diversos pontos da lataria, etc.

Gostou do artigo? Viu só como é simples identificar a procedência do carro? Confirme tudo antes de investir e sempre que precisar pesquisar, comparar ou anunciar conte com a SóCarrão!

1 comentário sobre “Como verificar a procedência do carro?”

  1. Pingback: Quais são os principais itens avaliados pelas lojas e concessionárias na hora de comprar um veículo?

Deixe uma resposta