AR CONDICIONADO

O ar condicionado vem sendo usado em um número cada vez maior de automóveis. Vários fatores têm influenciado este aumento. Principalmente a questão do conforto faz o motorista preferir enfrentar o trânsito sem ter de suportar o calor tropical, típico do Brasil. O aumento da criminalidade também conta – muita gente prefere poder dirigir com os vidros fechados e, assim, evitar os assaltos nos faróis.
Além desses motivos, com o vidro do automóvel aberto, o vento entra pelas janelas e “segura” o carro, principalmente quando ele esta em velocidade alta, provocando o chamado “arrasto”. Isto faz com que o motor seja mais exigido, com desgaste e consumo de combustível maior. Hoje é até difícil ver carros com quebra-vento. O brasileiro leva em conta que com os vidros fechados, o carro tem menor arrasto, proporcionando mais economia de combustível e menor desgaste do motor.

CONSERVANDO O SEU AR CONDICIONADO
A manutenção do equipamento de ar condicionado veicular é fundamental para um bom funcionamento. Poucos componentes do automóvel exige manutenção preventiva tão simples como o sistema de ar condicionado.
O condicionador de ar funciona graças ao movimento do motor do veículo. A ligação é feita por meio de correias. Este componente deve ser verificado junto com a revisão das demais correias do automóvel e substituído em prazos semelhantes aos delas.

HIGIENIZAÇÃO DE AR CONDICIONADO
* Filtro de cabine
Nas grandes cidades, a quantidade de partículas suspensas no ar que respiramos (poluição) é muito grande, principalmente quando estamos em um engarrafamento com ônibus e caminhões do nosso lado.
O filtro de cabine serve para reter estas partículas antes que entrem na cabine do veículo e depois em nossos pulmões.
Ele precisa ser trocado periodicamente pois perde eficiência quando fica saturado, podendo bloquear quase totalmente a ventilação do carro.
* Fungos e bactérias adoram o sistema do ar condicionado
Com o ar condicionado ligado, a umidade do ar condensa-se na superfície do evaporador (peça responsável pelo resfriamento do ar), da mesma maneira que acontece com uma garrafa de bebida gelada (que fica “suada”). Quando desligamos o aparelho, o evaporador esquenta, e se estiver sujo o ambiente fica muito propício ao desenvolvimento de fungos e bactérias (calor + umidade + sujeira).
Lembre-se que por esta peça passa o ar que depois respiramos dentro da cabine do veículo!
* Higienização
Existem dois tipos de higienização do sistema de ar condicionado: a preventiva e a corretiva.
A primeira deve-se fazer periodicamente aplicando um produto que elimina fungos, bactérias e ácaros de todos os elementos do ar condicionado (peças e dutos por onde circula o ar) e também da cabine do carro, já que é aplicado em estado gasoso e fica circulando por todo o interior do carro durante aproximadamente 20 minutos.
A corretiva faz-se necessária quando o aparelho já está com um cheiro forte de mofo ou algo parecido. Neste caso provavelmente o evaporador já está cheio de sujeira e necessita ser removido para que se faça uma limpeza mais pesada.

DICAS PARA USO CORRETO DO AR CONDICIONADO
• Se o seu equipamento tiver um termostato você deve usar na posição máxima quando dentro de cidades e 1/3 a menos, quando em estradas. Mas se o seu for automático, você não precisa se preocupar.
• A ventilação ideal é a média, que conserva uma refrigeração mais eficiente.
• Durante o inverno ou nos períodos em que o aparelho não seja usado por muito tempo, deve-se ligá-lo algumas vezes durante a semana, a fim de se evitar danos no compressor principalmente no selo de vedação do eixo, conseqüentemente escape do gás refrigerante.
• Após o estacionamento prolongado sob o sol forte, ligue o sistema e ande por alguns minutos no fraco com as janelas abertas permitindo a expulsão do ar excessivamente quente, mais rapidamente. Logo após feche as janelas, nunca deixando a menor entrada de ar externo, para um melhor aproveitamento da refrigeração e daí sim pode aumentar a potencia do ar condicionado.
• Em dias de chuva, o aparelho de ar condicionado funciona também como desembaçador dos vidros, além de manter uma temperatura interna constante, a gosto do usuário.
• O condensador colocado à frente do radiador do seu carro deve ser mantido o mais limpo possível, livre de insetos e outros detritos, a fim de permitir plena capacidade ao sistema.
• Sempre que possível mande examinar a tensão da correia do compressor e não se preocupe com a água que normalmente escorre através dos tubos laterais do seu evaporador, para debaixo do carro. Trata-se da desumidificação do ar interno, que seu aparelho removeu para o exterior.
• Tome como hábito fazer uma revisão geral em seu ar condicionado, pelo menos uma vez ao ano, pois ele foi fabricado para durar muito tempo e lhe proporcionar conforto e satisfação.

Fonte: meuamigocarro.blogspot.com