Arrancada : Menina de 12 anos vai acelerar dragster no Autódromo de Curitiba

A piloto Isabela Camporeze Porte, 12 anos, vai acelerar um dragster júnior durante a Etapa Master Power Turbo, válida como a terceira do Paranaense de Arrancada, que acontece nos dias 06 e 07 de junho, das 8h30 às 17h30, no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais.
Ela é a primeira menina a acelerar um dragster no Brasil e vai fazer uma demonstração para o público que prestigiar o evento. A expectativa é que a menina percorra 201 metros em menos de 10 segundos, com velocidade final superior a 100km/h. O dragster – construído pela Fifa Drag Racing – conta com um motor Honda de 13hp, mas Isabela tem uma carta né que é o Óxido Nitroso. O drag júnior tem quatro metros de comprimento e pesa menos de 100 quilos.

“Sinto mais segurança no meu dragster quando estou acelerando na pista do que quando estou sendo transportada pela Van escolar. Ele é resistente, tem cinto de segurança com cinco pontas, uso macacão anti-chamas, pescoceira, capacete, luvas e bota de corrida. Se precisar posso acionar ainda o pará-quedas para frear. Eu adoro velocidade. Quando saio da pista já quero entrar novamente”, diz Isabela. O pai e o irmão de Isabela também são pilotos.
Além de Isabela Porte, outros 150 pilotos devem participar da competição, sendo seis dragsters, que podem fazer o percurso de 402 metros em seis segundos e atingir velocidade de 400 km/h. “Temos outros carros preparados que também prometem um show para o público. Esta etapa promete, pois os carros mais rápidos do Brasil estão em Curitiba”, diz Eduardo Pereira, da Força Livre Motorsport – empresa que organiza o evento.

Ingressos:

Mulheres: R$ 5,00 por dia com acesso na arquibancada e nos boxes no sábado e domingo.
Homens: R$ 15,00 no sábado (com acesso na arquibancada e nos boxes) e R$ 15,00 no domingo (acesso na arquibancada).

Credencial: R$ 40,00 com acesso no sábado e domingo na área dos boxes e arquibancada.

Saiba mais sobre a arrancada

Na arrancada, os carros largam dois a dois e aceleram em uma reta de 402 metros. Os competidores são divididos em 21 categorias, de acordo com o regulamento. Antes de largar eles fazem o aquecimento do pneus , chamado de burnout.
No pré-stage, o “pinheirinho” (espécie de farol, com várias luzes, que sinalizam aos competidores os ‘estágios’ pré-largada e partida em si) acende duas luzes amarelas de cada lado mostrando que os pilotos estão alinhados. “A partir deste momento é acionado o start pela cronometragem. São três luzes que descem no “pinheirinho”, em um intervalo de 300 milésimos de segundos, até que a luz verde acenda, começando a arrancada”, explica o coordenador de cronometragem da Força Livre Motorsport, Agno Oliveira. Vence a competição quem fizer o menor tempo de todos os competidores da categoria.

Fonte: Força Livre