Assovepar realiza entrevista com delegado da DFRV de Curitiba

Com o objetivo de esclarecer e frisar os cuidados que lojistas e consumidores devem ter para se prevenir de roubos e furtos de veículos, a Assovepar realizou uma entrevista no dia 28 de julho, com o delegado Itiro Hashitani da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos de Curitiba – DFRV. Na ocasião, Hashitani relatou com detalhes cada cuidado.

De acordo com as informações do delegado, em primeiro lugar o lojista por si já deve manter algumas normas de segurança em sua revenda, como por exemplo, a instalação de câmeras, o que pode minimizar a intenção do assalto. Normalmente o assaltante faz uma sondagem no local, antes de praticar o delito.

Um ponto importante que Hashitani frisa é que a instalação de qualquer dispositivo, desde o mais simples e barato como um mero cadeado até os mais sofisticados, tem a sua eficácia comprovada na medida em que retarda e atrapalha a ação do ladrão.

Segundo informações dadas pelo delegado, quando um carro for roubado, a vítima deve ligar para o 190 para dar o alerta e em seguida ir pessoalmente até a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) fazer o boletim de ocorrência (BO).

De acordo com Hashitani, os carros mais vendidos (Gol, Pálio, Celta) são mais visados. E onde há maior número de pessoas e carros, conseqüentemente ocorrerá mais assaltos e roubos.

Dados da DFRV indicam que mesmo com o aumento da frota de veículos em Curitiba, o número de carros roubados a cada ano diminui devido a vários fatores, um deles é o trabalho especializado da polícia.

Para finalizar o delegado da DFRV diz que a ocasião faz o ladrão. “Ficar atento é um cuidado indispensável”. Hashitani conta ainda que os riscos de efetuar a venda de um veículo, sem intermédio de uma revenda, podem ser ainda maiores. Como por exemplo, colocar uma placa de venda no carro, com o número do celular. O assaltante pode realizar a ligação no trânsito e pedir para a vítima encostar o veículo, pois diz que está interessado. Neste momento ele dá voz de assalto e leva o carro.

Cuidados para o lojista

* Não deixe a chave no contato do veículo;
*Seja sempre um bom observador;
* Esteja sempre atento;
* Fique atento com atitudes suspeitas de pessoas. Se notar qualquer movimento estranho, anote a placa do veículo, para facilitar na busca;
* Não deixe volume de dinheiro no caixa da loja;
* Cuidado com funcionários e clientes no ato da entrega do dinheiro;
* Adote sistemas de segurança (câmera, segurança…);
* O layout da loja, muitas vezes pode dificultar os assaltos. Por exemplo: ter uma melhor visualização do lado de fora da loja, quando estiver internamente (portas e janelas de vidros). Tente deixar a loja mais aberta e mais clara.

Cuidados para o motorista

* Ande sempre com as portas travadas;
* Quando ocorrer batidas leves tenha cuidado ao parar, pois às vezes pode ser uma armadilha;
*Coloque o veículo em estacionamento, é mais seguro;
*Se possível vá de ônibus, principalmente em locais que o assaltante sabe o horário da sua volta (missa, jogo de futebol, saídas de escolas e faculdades);
* Esteja sempre atento.
* Evite permanecer durante um tempo com o carro ligado e parado em locais suspeitos.

Dados

1991
A média de roubos por dia: 22,7
A frota: 467,396
Recuperados 61%

2008
A média de roubos por dia: 19,4
A frota: 1097,830
Recuperados: 47%

A Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos está localizada na Rua Tamoios, nº 1250 na Vila Isabel. O telefone é o 3314.6400

Fonte: Assovepar