Carro 1.0 tem 40% de seu preço em imposto!

No Brasil paga-se muito por quase tudo o que é feito por aqui. As vezes, se torna mais barato adquirir produtos importados do que nacionais. A culpa? Os altos impostos cobrados pelo governo federal. brasileiro! Um dos mais altos do mundo!

No setor automotivo então, nem se fala. calcula-se em até 37,5% a carga tributária que incide sobre os preços ao consumidor(PIS, Cofins, ICMS, IPI e por aí vai!). Uma verdadeira cascata de impostos que nunca retornam para o contribuinte.

No caso dos automóveis com motor 1.0, os chamados “populares”, o índice de tributos chega à 37,5% do preço do automóvel! Um verdadeiro absurdo! As montadoras dizem que o governo cobra estes impostos deles e os mesmos são obrigados a repassar aos consumidores. Será?

Com os também altos percentuais de lucro obtidos pelas mesmas em nosso país, será que a culpa pelos altos preços é somente do governo federal? Com lucros tamanhos, realmente fica difícil acreditar. Mas vamos “pensar” que o governo é o causador de tais preços elevados por aqui…

Nos últimos sete anos os preços dos carros subiram 75%! As alíquotas de IPI se mantiveram as mesmas. Então, se o percentual de imposto não subiu, porque os preços subiram então? Suspeito não é?

Por último, vamos comparar para ver o quanto custa um “popular” 1.0 para os brasileiros: Partindo-se do mais barato(modo de dizer) Uno que custa R$23.240,00. Em dólares, esse valor chega a US$12.525,00.

Com o valor acima, você adquire um Kia Rio na versão sedã por US$12.145,00! Ainda dá para economizar quase 500 dólares! Mas, se comparar um sedã com um hatch não é justo, então lá você pode comprar um Hyundai Accent com 3 portas por US$11.070,00!

Bom, mas se nos 1.0 mais baratos a situação já é ruim, imagina nos mais caros. Um Tucson custa US$17.420,00 nos EUA. Aqui seu equivalente custa a bagatela de US$44.700,00!

Fonte:Noticias Automotivas