Chance de Alonso ficar é grande, diz Briatore

“Uma corrida disciplinada.” Foi assim que a McLaren saudou Lewis Hamilton após sua vitória no GP da China, e é esta a meta do inglês para a corrida em Interlagos, que define o Mundial de 2008. Precisando apenas de um quinto lugar para ser campeão pela primeira vez, o piloto de 23 anos declarou que terá um objetivo “diferente” do normal neste final de semana.
“Vou para a corrida da mesma maneira que fui para as outras provas, mas é claro que minha meta é diferente. Eu não preciso vencer, mas isso não me impedirá de buscar o melhor resultado possível”, disse Lewis. E, segundo ele, a idéia é repetir o que aconteceu em Xangai. “Desde o primeiro treino, ficamos na frente e nunca precisamos olhar para trás. É isso que eu quero no Brasil.”
Hamilton também aproveitou para elogiar Interlagos e lembrar da corrida do ano passado, quando perdeu o título em condições semelhantes. “Eu amo este circuito: ele fica em uma arena natural, que torna a pilotagem algo sensacional. Além disso, por ser no sentido anti-horário, também apresenta mais desafios para os pilotos. E as corridas sempre são bastante disputadas”, ressaltou.
“No ano passado, a batalha pelo Mundial estava muito intensa, e eu fiquei bastante tenso. Foi um período muito emocional, pois sabia que terminaria ou com um grande feito ou muito decepcionado. E as coisas não terminaram bem para mim, mas eu tive um ótimo primeiro ano”, continuou o britânico.
Que concluiu fazendo grandes elogios a São Paulo e a Ayrton Senna. “Todo mundo parece gostar de encerrar a temporada no Brasil. O clima de festa é ótimo para um fim de campeonato. Além disso, estamos na cidade-natal de Ayrton, e ele sempre foi meu piloto preferido. Se eu conseguir conquistar uma pequena parte do que ele conseguiu, já estarei realizado”, finalizou Lewis.