Chevrolet deixa de importar o Omega ao Brasil e abre caminho para chegada do Malibu

A Chevrolet está deixando de importar o sedan Omega ao Brasil para dar espaço ao Malibu, que desembarca no mercado nacional no começo do ano que vem. O atual Omega é importado da Austrália e além de não contar com novo padrão visual da Chevrolet, também recebeu motores mais modernos que resultariam em grandes ajustes para o mercado brasileiro.
O Omega, sedan de luxo da Chevrolet, é importado da Austrália desde 1999. No período de 1993 a 1998, o Omega era montado na fábrica da marca localizada em São Caetano do Sul, SP, inclusive com a versão perua, chamada de Omega Suprema.
Em junho do ano passado, Mauro Moretti, diretor de produtos importados da GM, havia confirmado que o sedan Malibu seria lançado no Brasil. Segundo Moretti, a versão do Malibu com mais chance de ser importada ao Brasil é a LT, a qual é equipada com o motor 2.4 Ecotec DOHC de quatro cilindros de 171 cv de potência.
Detalhe: Este é o mesmo propulsor do Captiva 2.4 Ecotec e a denominação LT são a mesma “global” lançada no Brasil com o Agile.
Moretti disse que “a idéia é trazê-lo em condições de competitividade no mercado brasileiro”. Apesar de não existir uma informação oficial a respeito, é possível que o Malibu tenha preços entre R$ 105 mil e R$ 115 mil, ou seja, bem mais atrativo que os atuais R$ 147.500 cobrados pelo Omega CD V6 3.6.
Fonte: Carplace