Comportamento bipolar

Imagine ter dois carros em um só, com características completamente diversas entre si. Um poderia ser uma pacata perua, confortável, econômica, ideal para longas viagens, com bancos macios e direção leve. Na dianteira, o suave ronronar de um moderno V6 dá a tônica desse caráter mais calmo. Nada mais familiar. O outro seria um ágil esportivo, com direção dura e rápida, bancos firmes, câmbio arisco e, incrível, até mesmo um ronco de motor "nervoso", lembrando muito mais um V8 que um V6. Viagem? Pois saiba que esse carro já existe.

A novidade, apresentada pela VW alemã no Salão de Frankfurt, foi denominada Carmeleon, numa alusão ao caráter mutante do réptil, que altera suas cores de acordo com o ambiente onde se encontra. O modelo escolhido para receber o complexo mecânico e eletrônico que constitui o sistema foi uma Passat Variant V6 FSI.

No console, um botão define a mudança de atitude do modelo. Um simples toque é suficiente para transformar a personalidade e o comportamento da Variant. A metamorfose inclui bancos que passam a ter laterais mais altas, assento rebaixado e mais firme, direção bem mais direta, transmissão esportiva e pedais de acelerador e freio com maior grau de resistência. Ao volante, além das sensações táteis advindas dessas mudanças, o motorista ainda encontra novidades visuais e auditivas. A iluminação do painel passa do azul para o vermelho e o ruído do motor é trabalhado por um processador que emula o rugido de um V8.

Tudo isso é possível devido à chamada mecatrônica, simbiose entre sistemas mecânicos e eletrônicos controlada por potentes processadores. Por enquanto o Carmeleon ainda está na fase de desenvolvimento, mas modelos Volkswagen alemães, como Golf GTi, Golf R32 e Passat R36, já contam com pelo menos parte do sistema.

Fonte site Quatro Rodas