Condução em Piso Molhado

A aquaplanagem é a perda de aderência, resultante da formação de uma camada de água entre o pneu e o piso quando os pneus estão rodando, produzindo um efeito semelhante ao de uma camada de lubrificante. Isto acontece quando a velocidade é excessiva e os pneus não têm tempo para retirar a água existente no pavimento e patinam sobre a sua superfície, o que faz perder quase completamente o domínio da direção e dos freios.
Nestas situações, deve-se levantar o pé do acelerador, esperando que o veículo diminua de velocidade e os pneus voltem a tomar contacto com o pavimento.
Quando estiver chovendo ou o pavimento ainda continuar molhado, o condutor deve:
Reduzir a velocidade, adaptando-a às condições de aderência e de visibilidade.
Aumentar a distância de segurança.
Prever uma distância de frenagem maior (a distância de frenagem aumenta aproximadamente 50%).
Evitar acelerações e freadas bruscas.

Condução em Piso Molhado

Verifique sempre os pneus antes de seguir viagem. Não se esqueça de efetuar a seguinte manutenção de rotina:- Mantenha os pneus com a pressão de ar correta. A pressão de ar correta para os seus pneus está especificada pelo fabricante do veículo e está indicada na soleira da porta do veículo e na tampa do porta-luvas ou tampa do depósito de combustível. Também se encontra no manual de instruções. O número indicado no flanco do pneu não é a pressão de ar recomendada para o seu pneu, é a pressão de ar máxima para o pneu. Deve verificar a pressão de ar dos pneus pelo menos uma vez por mês. Verifique a profundidade dos sulcos dos pneus. A profundidade correta dos sulcos irá prevenir as derrapagens e a aquaplanagem.
Reduza a velocidade. À medida que a chuva vai caindo, esta vai-se misturando com a sujidade e óleo depositados na estrada, criando condições de aderência precária propícias a derrapagens. A melhor forma de evitar as derrapagens é reduzir a velocidade. A condução a uma velocidade menor permite que uma maior superfície do piso do pneu esteja em contacto com a estrada, possibilitando uma melhor tração.

Saiba como se recuperar de uma derrapagem

As derrapagens podem acontecer mesmo aos condutores mais cautelosos. Se o seu automóvel derrapar, lembre-se de não pisar forte no freio. Não bombeie os freios se o seu automóvel estiver equipado com um sistema de ABS. Em vez disso, exerça uma pressão firme e constante nos freios e vire o automóvel na direção da derrapagem.
Mantenha uma distância segura para o veículo que segue à sua frente. A condução em piso molhado exige uma utilização suave de todos os comandos principais:- Direção, embreagem, freios e acelerador, e uma maior tolerância para erros e emergências. Todos os condutores devem verificar regularmente se os faróis, luzes traseiras, luzes de stop e piscas estão funcionando corretamente. A distância de frenagem é três vezes maior em piso molhado do que em piso seco. Uma vez que é necessária mais distância para frenagem, é importante não ir muito junto ao veículo que segue à sua frente. Mantenha um pouco mais do que o comprimento de dois automóveis entre si e o veículo que segue à sua frente.
Conduza no rasto dos pneus do veículo que segue à sua frente. Isso pois no rastro existe menos água. Evite utilizar os freios. Sempre que possível, reduza a velocidade retirando o pé do acelerador. Acenda os faróis, mesmo com chuva ligeira. Não só o ajudam a ver a estrada, mas também ajudam os outros condutores a vê-lo.

As primeiras chuvas tornam o piso muito escorregadio

As primeiras chuvas fazem sempre com que a estrada esteja muito difícil de conduzir, uma vez que a lama e o óleo que estão no asfalto se misturam com a água, formando uma camada bastante escorregadia. É provável que os condutores sintam um menor controle e ter cuidados redobrados na primeira meia hora após o início da chuva.

Não conduza com cansaço

Pare o automóvel pelo menos de 2 em 2 horas ou de 160 em 160 quilômetros para descansar.

Como Evitar a Derrapagem

Sempre que em circunstâncias especiais reduzam excessivamente a aderência dos pneus ao pavimento, a condução exige algumas precauções especiais para evitar a derrapagens, entre as quais se recomenda que o condutor:
Movimente o volante com maior suavidade possível.
Não acelere nem desacelere com brusquidão.
Quando pretender parar o veículo, em vez de fazer uma frenagem forte e contínua, faça uma série de pequenas e suaves frenagens para evitar o bloqueio das rodas.
Depois de reduzir de velocidade na caixa de marchas, não solte o pedal da embreagem repentinamente.
As derrapagens iniciam-se com os movimentos bruscos da direção, dos freios e das acelerações do motor. Este perigo agrava-se quando a velocidade for exagerada. Se todas as ações da condução forem suaves, o perigo de derrapar é mínimo.

A aquaplanagem pode ocorrem também quando o piso estiver seco. As vezes quando estamos transitando em uma estrada com piso seco pode ocorrer de existir uma faixa de água escorrendo de um lado a outro na estrada. Essa situação acontece geralmente em curvas de serras. Se você estiver em alta velocidade, confiando na aderência do piso seco e no meio da curva surgir essa situação, seu carro pode aquaplanar e a perda do controle do automóvel é muito grande. Cuidado!

Como Corrigir a Derrapagem

Não existem soluções infalíveis que permitam corrigir o efeito produzido por uma derrapagem, mas os condutores com mais experiência concordam que, por vezes é possível conseguir a sua neutralização se, nesse momento, forem cumpridas algumas regras:
Deixar de travar (embora exista sempre tendência para fazê-lo).
Não rodar em “ponto morto” (para que o motor prenda as rodas).
Rodar o volante para o mesmo lado que desliza a retaguarda do veículo.
Logo que o veículo comece a normalizar a sua trajetória, rodar o volante suavemente no sentido oposto para evitar uma segunda derrapagem em sentido contrário.
A derrapagem é uma situação anormal muito difícil de corrigir pelo que, é mais fácil e prudente evitar as razões que dão origem à mesma.

Prudência, bom senso, cuidado, pneus em bom estado, palhetas de pára-brisa em bom estado e velocidade moderada são os melhores coisas a se ter com chuva na estrada.

fonte: www.meuamigocarro.blogspot.com