Em clima de Copa, Di Grassi homenageia o Brasil no capacete

O clima de Copa do Mundo invadiu a Fórmula 1. O brasileiro Lucas Di Grassi, piloto estreante da Virgin, resolveu homenagear o Mundial 2010 e vai disputar o GP do Canadá com uma pintura diferente no capacete.

Além da prova em Montreal, que acontece no domingo, Di Grassi também vai utilizar a mesma pintura no capacete no GP da Europa, que será disputado no dia 27 de junho, em Valencia, na Espanha.

Tradicionalmente branco com faixas transversais verdes e uma vertical azul, a nova pintura mantém o verde, mas trocará o azul pelo amarelo, homenageando a Seleção Brasileira.

A bandeira do Brasil aparece nas laterais e no topo. Sob as listras que cruzam o capacete. Na parte de trás, uma bola de futebol cercada pelas bandeiras de alguns dos países que disputam o Mundial.

“Gosto muito de futebol, apesar de não acompanhar muito por causa da minha profissão, que exige muitas viagens e estar em vários lugares. Mas minha família toda é ligada no esporte. Meu pai é palmeirense, meu irmão é corintiano e meu outro irmão é santista. Então, quando estou em casa no Brasil, falamos bastante sobre futebol”, afirmou o piloto, que é são-paulino.

Di Grassi ainda afirmou que irá até à África do Sul para acompanhar dois jogos da Seleção Brasileira.

“No intervalo entre as corridas do Canadá e de Valência, irei à África para ver dois jogos do Brasil. Então esta foi uma forma de entrar no clima. Vou usar esta pintura enquanto a Seleção for passando adiante na competição. E espero usar o capacete novo também no GP da Inglaterra”, disse, referindo-se à décima etapa da Fórmula 1, que acontece no dia 11 de julho – mesmo dia da final da Copa do Mundo.

Fonte: Terra Esportes