Ex-empresário de Schumacher voltará aos tribunais

Willi Webber, ex-empresário de Michael Schumacher e que atualmente comanda a carreira de Nico Hulkenberg, foi convocado de volta ao tribunal da Alemanha sob acusação de fraude.

O empresário foi acusado, há dois anos, por ter tirado todo o dinheiro da empresa Pole Position Marketing e provocado sua falência fraudulenta, mas foi submetido a liberdade condicional.

Agora Weber retornará ao tribunal de Stuttgart sob acusação de desvio de verba, um total de 1,2 milhões de euros (cerca de R$ 2,6 milhões) e, caso seja condenado, poderá pagar uma pena severa.

“Eu acredito na justiça. Se tiver feito alguma coisa errada, eu assumo minha responsabilidade”, declarou Weber ao jornal alemão Bild.

Fonte: Terra Esportes