Ferrari prefere ‘segurar’ jogo de equipe a escolher Felipe Massa como número 1

Embora o piloto brasileiro esteja melhor do que Raikkonen, chefe da escuderia pede calma, mas diz que, na hora certa, vai interferir

Mesmo após a vitória de Felipe Massa no GP da Bélgica, a Ferrari decidiu não apressar a decisão de fazer jogo de equipe para ajudar o brasileiro, em detrimento do finlandês Kimi Raikkonen. Pelo menos não até o próximo GP, na Itália, no domingo. É o que diz o chefe da escuderia, Stefano Domenicali, após a corrida em quem que Raikkonen chegou a liderar, mas colidiu com um muro de proteção.

Massa está apenas dois pontos atrás do líder da temporada, o britânico Lewis Hamilton, da McLaren. Kimi tem 18 pontos de desvantagem.

– Vamos tomar essa decisão de acordo com os interesses da equipe. Precisamos pensar nessa situação sem pressa. Se sentirmos que é a hora certa, vamos fazer. Mas, tomemos este final de semana, com tantos eventos que levaremos para casa e nos preparemos para Monza – diz Stefano Domenicali.