Gurgel Motores vai voltar a produzir carros!

Bom, todos já conhecem a história da Gurgel Motores e de seu fundador, João Amaral Gurgel. Depois da falência em 1995, muitos(e inclusive eu) acreditaram que a Gurgel nunca mais voltaria a produzir novamente e assim, morreria de vez, o sonho de um carro 100% nacional. Bem, a história mudou muito a partir de 2004. Um empresário de Presidente Prudente/SP, descobriu no site do INPI, que a marca Gurgel, estava extinta e sem dono desde 2003, e a registrou em seu nome pela bagatela de R$850,00. O que gerou atrito com a família Gurgel, pois esta não foi consultada.

O nome do novo dono da Gurgel é Paulo Emílio Lemos, e ele tem algo em comum com João Gurgel, criar um carro 100% nacional. Desde 2003, o empresário produz um triciclo diesel de carga, para uso rural. O modelo é importado da China e montado em Presidente Prudente/SP.

No início de 2005, a nova Gurgel Motores, inicia um plano de expansão visando a produção de automóveis nacionais. O local escolhido, foi a cidade de Três Lagoas/MS, na divisa com São Paulo. A área de 132 mil metros quadrados foi doado por regime de comodato, pela prefeitura da cidade, e a empresa terá 10 anos para honrar seu compromisso comercial. Além disso, terá um desconto de 87% em ICMS por 15 anos.

O projeto de Lemos, é investir R$3 milhões do próprio bolso, para produzir novas versões do Carajás e Tocantins, inicialmente. Além de ter efetuado o registro da marca, Lemos adquiriu num leilão, o ferramental e 6 carros da antiga fábrica de Rio Claro/SP.

O novo Tocantins ou X12, terá um inicialmente, o motor VW 1.4 que equipa atualmente a Kombi. Já no caso do Carajás, a empresa pretende utilizar um motor Tritec 1.6. Lemos, divulgou que já tem parcerias com a Fiat e Tritec para produção de veículos. Por último, o empresário vai abrir outra linha de montagem, mas para fabricar aqui o triciclo TA-01(foto acima) que ele importa atualmente da China. A fábrica será em Presidente Wenceslau/SP, próxima de Prudente. Espera-se que a produção de carros, esteja efetiva por volta de 2010. Vamos aguardar…

fonte:www.noticiasautomotivas.com.br