Hamilton vence; pódio tem Nelsinho e Massa

Com muita agressividade, o britânico Lewis Hamilton, da McLaren, conquistou o Grande Prêmio da Alemanha, neste domingo, em Hockenheim. Em estratégia surpreendente, o brasileiro Nelsinho Piquet, da Renault, acabou na segunda colocação, seguido pelo compatriota Felipe Massa, da Ferrari, que completou o pódio da décima etapa – a dobradinha nacional na festa de premiação não acontecia desde 1991. A vitória coloca o piloto britânico na liderança isolada do Mundial de Pilotos, com 58 pontos, quatro à frente de Massa. Apenas sexto colocado no evento alemão, o finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, aparece na terceira posição com 51.

Depois de 36 voltas de prova tranqüila em Hockenheim, com Hamilton liderando e Massa buscando se aproximar, o panorama da corrida mudou com a batida do alemão Timo Glock, da Toyota, e a entrada do safety car.

Com a abertura dos boxes, a maioria dos pilotos aproveitou para fazer uma parada e Nelsinho se beneficiou, já que corria para fazer uma única parada. Inexplicavelmente, a McLaren manteve Hamilton na pista e complicou a corrida do britânico.

Após a parada prevista de Hamilton e de Nick Heidfeld, que também não aproveitou o safety car, Nelsinho pulou para a ponta, liderando uma corrida na F-1 pela primeira vez, seguido pelo compatriota da Ferrari.

No entanto, Hamilton voltou muito agressivo dos boxes e passou Massa com certa facilidade a 11 voltas do final. Quatro voltas depois o líder do campeonato chegou em Nelsinho e retomou a liderança, forçando a ultrapassagem em cima do brasileiro.

A festa no pódio teve um Nelsinho emocionado com o melhor resultado da Renault na temporada, depois de largar na 17ª posição do grid. Massa fez a festa com o herdeiro de Piquet e Hamilton deu um banho de champanhe no diretor esportivo da Mercedes, Norberto Haug.

A Fórmula 1 volta para a 11ª etapa da temporada no início de agosto – dias 2 e 3 -, no circuito de Hungaroring, na Hungria. Em busca da liderança, Massa tentará evitar a segunda vitória consecutiva de Hamilton.

Confira a classificação completa do GP da Alemanha:

1. Lewis Hamilton (ING/McLaren) – 1h31min20s874
2. Nelsinho Piquet (BRA/Renault) – a 5s586
3. Felipe Massa (BRA/Ferrari) – a 9s339
4. Nick Heidfeld (ALE/BMW) – a 9s825
5. Heikki Kovalainen (FIN/McLaren) – a 12s411
6. Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) – a 14s403
7. Robert Kubica (POL/BMW) – a 22s682
8. Sebastian Vettel (ALE/Toro Rosso) – a 33s299
9. Jarno Trulli (ITA/Toyota) – a 37s158
10. Nico Rosberg (ALE/Williams) – a 37s625
11. Fernando Alonso (ESP/Renault) – a 38s600
12. Sebastien Bourdais (FRA/Toro Rosso) – a 39s111
13. David Coulthard (ESC/Red Bull) – a 54s971
14. Giancarlo Fisichella (ITA/Force India) – a 59s093
15. Kazuki Nakajima (JAP/Williams) – a 1min00s003
16. Adrian Sutil (ALE/Force India) – a 1min09s488
17. Jenson Button (ING/Honda) – a uma volta

Não completaram a prova:
Rubens Barrichello (BRA/Honda)
Mark Webber (AUS/Red Bull)
Timo Glock (ALE/Toyota)

Fonte:Redação Terra