Massa: ‘No dia em que eu disser que sou o número dois

Escalado para a entrevista coletiva oficial da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) desta quinta-feira, Felipe Massa foi o principal alvo das perguntas dos jornalistas. Além de voltar ao local do acidente que quase o matou há um ano, o brasileiro foi um dos personagens do vexame do GP da Alemanha, quando cedeu a vitória para Fernando Alonso após receber uma ordem da Ferrari via rádio.
– No dia em que eu disser que sou o piloto número dois, não correrei mais. Vou lutar pela vitória. Estou aqui para vencer.
Além de Massa, Rubens Barrichello, Heikki Kovalainen, Robert Kubica e Sakon Yamamoto participaram da entrevista coletiva.

Fonte: G1