Massa promete lutar até o fim na briga pelo título

Aproveitando o intervalo de três semanas sem atividades na Fórmula 1, Felipe Massa veio ao Brasil para descansar e também para promover o "Desafio das Estrelas", prova de kart que ele ajuda a organizar desde 2005 e que conta com a participação de vários pilotos das categorias de ponta do automobilismo nacional e internacional.

O piloto, inevitavelmente, foi questionado sobre sua situação na tabela de classificação, que ficou um tanto delicada após o mau resultado no último GP da Hungria, quando ele largou na 14ª colocação e recebeu a bandeirada em 13º, sem marcar pontos. Ele admite que a situação é difícil, mas prometeu lutar até o fim.

"A situação está difícil, nós pecamos em alguns pontos durante o ano e tivemos problemas, mas nem por isso vou baixar a cabeça e deixar de lutar até o fim", disse o brasileiro, que fez um mea-culpa sobre o desempenho na última corrida. "Já disse que esta foi a pior corrida da minha vida. Não há piloto que não tenha uma prova ruim em sua carreira, mas espero que a minha já tenha passado.

No final da segunda fase treino classificatório em Budapeste, a equipe esqueceu de colocar combustível no carro do brasileiro antes de enviá-lo de volta à pista para fazer a sua segunda volta lançada. O carro teve que ser trazido de volta à posição e, nesse meio tempo, os pneus esfriaram, prejudicando seu desempenho e fazendo com que ele não conseguisse melhorar seu tempo. Já na corrida, Massa perdeu posições na primeira volta, depois de perder o carro em duas curvas, e ficou a prova toda preso atrás de carros mais lentos.

fonte: Quatro Rodas