Mercado brasileiro: se 2007 foi bom, 2008 será ainda melhor??

As vendas de carros no Brasil, em 2007, foram maravilhosas. Tivemos um aumento de nada menos que 27% com relação ás vendas de 2006, fechando o ano em mais ou menos 2.450.000 carros vendidos. A Anfavea diz que está com uma projeção de 2.880.000 carros vendidos para 2008. Seria otimismo demais, ou nosso mercado realmente vai crescer mais e mais a cada ano??

A Anfavea está toda otimista assim por causa da política monetária atual. O Brasil é aquele tipo de país que precisa de crédito fácil e abundante para poder vender bastante carro. A grande maioria das pessoas compra carro financiado.

Mas, independente se a Anfavea está otimista demais ou não, um crescimento rápido desses levanta sérias preocupações. Economistas já acreditam que o mercado poderá ficar saturado em pouco tempo, por causa de tanto crédito disponível. Pode ser que grande parte da população brasileira fique endividada por vários anos seguidos, e que por algum tempo aconteça uma queda bem forte nas vendas.

Muitos dos carros que estão sendo vendidos estão indo para as pessoas que não tinham carro até agora. Ou seja, uma parte nova do mercado está sendo descoberta. E depois que esta parte for suprida??

Um outro ponto que preocupa muito é a capacidade de abastecimento do mercado. Alguns carros estão com fila de espera de três meses para entrega. Várias fábricas inauguraram terceiros turnos em suas linhas de montagem, como a PSA Peugeot Citroën, em Porto Real, e a Honda, em Sumaré. Mas mesmo assim a situação é preocupante.

Se vendermos 2.450.000 carros em 2007 foi um ótimo número, a produção também foi ótima, de 3.240.000 carros neste ano, número bem perto da capacidade estimada do país hoje, que é de 3.500.000 carros. Mesmo assim, as montadoras sempre estão reclamando, é claro. Além de reclamar muito sobre os impostos incidentes sobre seus produtos, o dólar desvalorizado frente ao real é a reclamação principal para a queda de vendas para fora do país. Coisa de 7,5% a menos que 2006.

Só que os lucros das montadoras aumentou. De 12,1 bilhões de dólares para 13 bilhões, um aumento de 7,4%.

[Fonte: Notícias UOL]