Mercado de usados cresce 47,5% no semestre

Enquanto o mercado de carros novos vai de vento em popa, o de usados está estagnado, de acordo com estatísticas da Assovesp (Associação dos Revendedores de Veículos Automotores do Estado de São Paulo). Em junho foram negociados 178.756 automóveis no Estado, contra 177.940 de maio, uma alta de apenas 0,46%. Desses negócios, 72% foram com modelos “populares” e 28%, com os restantes. O prazo médio de financiamento (que representou 71% dos negócios) foi de 51 meses.

Apesar dessa estagnação no último mês, o primeiro semestre se mostrou o melhor dos últimos 15 anos – desde que as estatísticas são realizadas. O acumulado de 2008 totaliza 1.039.108 negócios, volume 47,54% superior ao mesmo período do ano passado, quando foram totalizados 704.270 negócios.

Só os “populares” 1.0 subiram 50%, passando de 495.630 negociações de janeiro a junho de 2007 para 742.950 no mesmo período de 2008. A maior desvalorização no período foi dos importados, com 4,88% de queda. No período, os “populares” valorizaram em média 1,27%. O ganho no mercado geral foi de só 0,27%.

Motos

Com a facilidade de crédito, o mercado de motos usadas caiu – foram negociadas 9.178 unidades em junho, contra 9.782 em maio (queda de 6,17%). A grande maioria dos negócios (76%) foi financiada em um prazo médio de 40 meses.