Mitsubishi Colt 1.5 DI-D e-motion

O Colt ficou mais rico em equipamento. Tudo porque a Mitsubishi lançou a série e-motion, disponível nas carroçarias de três e cinco portas, e com os motores 1.1 MPI, 1.3 MPI e 1.5 DI-D. De todas, a mais apetecível e menos acessível é a que figura nesta página. Vejamos, então, em que consiste esta nova versão, destinada ao público jovem.

Aspecto compacto
Face aos restantes Colt de cinco portas, a série e-motion parece ter um aspecto mais compacto. Tal deve-se ao facto de pára-choques, puxadores das portas e retrovisores estarem pintados na cor da carroçaria. As jantes de 16", os vidros escurecidos e a pintura cinza-prata são três características que o beneficiam. Quem preferir, poderá optar antes pelo azul "Atlantis", cor exclusiva criada para esta versão, que combina muito bem com vários pormenores adoptados no habitáculo. Ao contrário do que se esperaria, a Mitsubishi optou por não introduzir nenhum lettering específico.

Por dentro, as diferenças visuais do Colt e-motion residem nas aplicações de cor azul: tecido no caso dos bancos; pele, no que ao volante de três braços e punho da caixa diz respeito. Mas a mais importante é, sem dúvida, a adição de mais equipamento: sensores de luz e chuva são os itens que faltavam mencionar em relação ao acima descrito. Contudo, quem quiser mais, poderá optar pelo Pack segurança, que inclui airbags de cortina, controlo de estabilidade (não desligável) e travões de disco atrás.

Recorde-se que os restantes itens de segurança são os quatro airbags (frontais e laterais dianteiros), os cintos dianteiros com pré-tensores/limitadores de esforço, os cintos de três pontos, os encostos de cabeça em todos os lugares, as fixações Isofix e o ABS com EBD.

Motor ruidoso
Dotado de um desempenho dinâmico bastante razoável, o Colt e-motion tem no ruidoso motor tricilíndrico o seu principal aspecto negativo. Proporciona boas performances e consumos reduzidos, mas o som de funcionamento demasiado esforçado faz com que seja impossível manter uma conversa sem levantar a voz acima dos 80 km/h, facto a que não é alheia a insonorização do habitáculo apenas mediana.

A direcção assistida, o comando da caixa suficientemente agradável de manusear e os travões eficazes q.b. tornam a condução fácil e convincente. O posto de condução correcto, a qualidade razoável e a boa habitabilidade completam as características da aposta da Mitsubishi na classe dos utilitários.

21 170 euros é quanto custa o melhor dos Colt e-motion: o 1.5 DI-D com o Pack segurança. Não é um valor por demais apelativo, mas aceita-se face a tudo o que é proposto. Contudo, é bom lembrar que a versão e-motion está disponível a partir de 14 800 euros…

fonte :automotor