O que fazer para dirigir seu carro na chuva com segurança

Principalmente nas estradas, quando começa a chover, a situação é estressante para o motorista. Pois os perigos aumentam, e a possibilidade de um acidente acontecer também. E como estamos entrando na época de chuvas fortes, é apropriado abordarmos esse assunto.

O que devemos fazer para ter mais segurança ao dirigir nossos carros na chuva? É o que veremos aqui.

Pneus

O componente mais importante do carro na hora da chuva é o conjunto de pneus. Eles determinam em grande parte se você terá segurança ou não na estrada, sob chuva. Quanto mais profundos forem os sulcos dos pneus de seu carro, maior tranquilidade você terá.

Portanto, nada de ficar usando um pneu além do nível de segurança, que é de sulcos de 1,6 mm. Mesmo nessa medida mínima, o perigo já aumenta bastante. Passando dela, com o pneu quase careca, o pneu passa a girar em falso em acelerações mais fortes, como em uma subida. Sem condições.

De qualquer maneira, não importando como estão seus pneus, é bom reduzir em 20% sua velocidade sob chuva. É incrível a diferença de segurança percebida quando reduzimos, por exemplo, de 120 para 100 km/h. Parece pouco mas não é.

Vidros

Um passo também importante é deixar os vidros o mais transparentes possível, sob chuva. Use o ar-condicionado para desembaçar os vidros, se seu carro o tiver. Se não, use a ventilação e um pano.

Limpadores de parabrisa

Quando as palhetas dos limpadores de parabrisa estão ruins, parece que ao invés de ajudarem, atrapalham, e deixam tudo mais difícil de se enxergar. As palhetas devem ser trocadas sem falta uma vez por ano, quer você pegue chuva quer não.

Iluminação

Temos que ser vistos pelos outros carros, para que acidentes sejam evitados. Todas as lâmpadas devem estar funcionando. Acione faróis baixos e se tiver em seu carro, os faróis de neblina também. Assim, seu carro será visto mais rapidamente. A lanterna traseira de neblina também ajuda seu carro ser visto por todos.

Não ligue o pisca-alerta com o carro em movimento. Outros carros podem te ver e pensar que você está parado no acostamento, sendo que isso não é verdade. O resultado pode ser terrível.

Comportamento do motorista

A maneira que dirigimos debaixo de chuva também influencia grandemente o risco que oferecemos a nós mesmos e aos outros. A velocidade escolhida deve ser de apenas 20% abaixo da velocidade normal daquela estrada. Se você reduzir muito mais que isso, vai correr o risco de sofrer uma colisão traseira com um outro carro que vier mais rápido.

A distância que mantemos do carro da frente deve ser aumentada também, e ficar em torno de três segundos. Ou seja, o tempo que demora para você passar por onde o carro da frente já passou deve ser de três segundos.

Se seu carro aquaplanar (perder totalmente o contato com o solo e ficar em cima da água) não se desespere. Apenas diminua a velocidade, esperando o carro retomar o contato. É especialmente perigoso sofrer aquaplanagem quando estamos do lado de outro carro, em estradas de duas ou mais faixas. Pois podemos colidir com o carro ao lado, quando perdemos a aderência. Então evite ficar perto de outros veículos.

Com essas dicas, você pode ter certeza que suas viagens sob chuva serão bem mais seguros e bem menos tensas.