Para Schumi, fim de mantas térmicas é “inútil”

Michael Schumacher, que participou dos testes coletivos com a Ferrari em Barcelona nesta semana, também demonstrou preocupação com relação ao regulamento de 2009 que, entre outras coisas, vai proibir o uso de cobertores térmicos nos pneus slicks, que serão utilizados a partir da próxima temporada.

Schumacher treinou com os compostos lisos na quarta-feira (16) e se juntou ao coro de pilotos que criticaram a regra. O alemão declarou que a decisão de não utilizar as mantas deve ser repensada "com cuidado" pela FIA. Para os competidores, o banimento dos cobertores aquecidos faz com que a primeira volta dos carros seja bastante instável.

Após os treinos na Espanha, o heptacampeão foi ainda mais longe e afirmou que a regra é inútil, pois a não utilização dos cobertores não fará qualquer diferença no orçamento das equipes.

"Para mim, os técnicos deveriam repensar com cuidado sobre essa questão do aquecimento dos pneus, pois todos já possuem os cobertores”, disse Schumi. “Isso não trará nenhum beneficio à categoria", completou.

O alemão também declarou que aprovou o comportamento do carro com os slicks. "Certamente os pneus lisos são mais interessantes, porque possuem maior aderência e são bastante diferentes", falou.

"É mais divertido guiar o carro dessa forma. E eu realmente prefiro assim. Creio que, no geral, as novas regras serão boas para a F-1, porque vão diminuir a distância entre a performance aerodinâmica e o desempenho mecânico dos carros. Mas essa questão das mantas, sem dúvida, precisa ser analisada melhor", explicou.