Renault lança série especial Sandero Vibe

Novidade chega com itens exclusivos a partir de R$ 40.700. Série especial do Sandero vem com rodas pintadas de cinza grafite, faróis com lentes escurecidas e adesivos nos pára-lamas dianteiros.
Segundo o dicionário Houaiss, vibe significa… nada. O Aurélio também não menciona a palavra. Embora o neologismo não esteja nos dicionários, vibe é uma abreviação de vibration, termo em inglês que – nessa acepção – significa agito. É também o nome da nova série especial do Sandero. O Sandero Vibe é uma série limitada de 3.700 unidades, oferecida a partir de R$ 40.700 (com a inclusão do air bag duplo e da pintura metálica, paga-se mais R$ 2.350). Com ela, a Renault pretende atrair o público jovem. As mudanças em relação ao modelo normal são apenas visuais. Por fora, os destaques são as rodas aro 15 na cor grafite (as mesmas já disponíveis na linha), além dos largos frisos na parte inferior das portas (na mesma cor das rodas) e a inscrição vibe acima da luz de direção. Os faróis têm máscara cinza e as lanternas são fumês. Maçanetas e retrovisores (da linha 2010) vêm pintados na cor da carroceria.
Internamente, os tecidos dos bancos ganharam pequenos retângulos, desenho que se repete nos puxadores das portas. Um dos destaques são as costuras vermelhas no tecido, que dão um toque mais esportivo ao carro. Os três apoios de cabeça traseiros são do tipo “vírgula”, e se encaixam no encosto dos bancos quando não há ocupantes atrás. Dessa forma, não comprometem a visibilidade. O grafismo do quadro de instrumentos (escala branca com ponteiros vermelhos) também mudou, e para melhor. Agora oferece melhor visualização. Painel e maçanetas das portas ganharam acabamento prateado, para reforçar a ideia de jovialidade.
Faróis auxiliares fazem parte dos itens de série; Adesivo identifica a série limitada, assim como os retângulos que enfeitam os puxadores das portas.
A série Vibe é baseada na versão Expression, e está disponível com motor 1.6 de oito válvulas e 95 cavalos. Ela é a segunda série especial do Sandero, depois da Nokia. No total, a Renault vende aproximadamente 3.600 unidades do modelo por mês das quais cerca de 600 são do modelo Stepway (off-road leve).
De série, o modelo traz rodas de alumínio, som com comando na coluna de direção, ar-condicionado, direção hidráulica, travas e vidros elétricos, banco do motorista ajustável em altura, faróis de neblina e travamento automático a partir de 6 km/h.
Um dos pontos fortes do Sandero é o ótimo espaço, especialmente no banco de trás, que acomoda com conforto três adultos. O acabamento é bem superior ao do Logan (modelo do qual deriva). O ruído interno também é menor, resultado do melhor revestimento acústico. Ainda assim, o barulho do motor chega com facilidade ao interior. O display digital no centro do painel que informa o nível de combustível costuma ser muito impreciso. A Renault estima vender as 3.700 unidades da série em um prazo de seis meses.
Fonte: revistaautoesporte.globo.com