Ron Dennis nega que irá abandonar o cargo na McLaren

Mesmo após o bombardeio de críticas seguido pela divulgação de uma carta com pedido de desculpas pela McLaren, Ron Dennis, chefe da equipe inglesa, nega que irá abandonar o cargo.

Falando ao jornal News of the World, o britânico disse que tem a intenção de continuar. “Eu não irei sair. Isso é 100% decidido”, afirmou. “Sei que existem pessoas que desejam que eu saia, mas não farei isso. Não acho que isso seria a intenção da equipe”.

O pedido público de desculpas por parte da McLaren, que também se propôs a interromper o desenvolvimento do cargo, fez a FIA levantar a possibilidade de dar o caso por encerrado. Max Mosley, presidente da entidade, pediu ao Conselho Mundial que cancele a audiência que iria tratar sobre o novo carro da equipe de Woking.

A decisão sobre o tema será tomada nesta semana.