Schumi pede desculpas a Rubinho: ‘Não queria colocá-lo em perigo’

Após ironizar no domingo, Michael Schumacher pediu desculpas a Rubens Barrichello por tentar jogá-lo no muro durante a ultrapassagem do brasileiro no GP da Hungria. O heptacampeão recebeu uma punição de dez posições no grid de largada em Spa-Francorchamps por causa da manobra, considerada antidesportiva pelos comissários de prova em Hungaroring.
A manobra deixou Barrichello revoltado e ele criticou muito a maneira de pilotar de Schumacher, especialmente em disputas, e o alemão disse que não tinha errado. Com a péssima repercussão na imprensa, ele se desculpou em seu site oficial.
– Ontem (domingo), logo após a corrida, eu ainda estava no calor do momento. Mas assisti ao incidente com Rubens depois e tenho de dizer que os comissários estavam certos: a manobra contra ele foi pesada demais. Queria tornar difícil para ele a tarefa de me ultrapassar e claramente mostrei a ele isso, mas… Não queria colocá-lo em perigo com a manobra. Se ele acha que eu tive esta intenção, peço desculpas, não era o que eu pretendia.