Como Proceder Com Danos ao Para-brisa?

Por se tratar de uma parte bem exposta do veículo, principalmente em estradas e vias rápidas, onde a velocidade é maior, o para-brisa acaba sendo uma das partes mais sensíveis do automóvel.

O que fazer se caso ocorra uma trinca, ou um outro tipo de dano ao vidro?

Em casos de trincas, lascas e arranhões o para-brisa pode ser reparado, ao invés da troca total do mesmo. Atitudes antecipadas do condutor, podem evitar alguns incômodos maiores e menores gastos durante o reparo ao dano. Logo após que notar a avaria no vidro, coloque uma fita adesiva sobre o mesmo danificado, para que evite a entrada de impurezas. Caso não tenha nenhuma etiqueta proporcionada por seguradoras (a maioria oferece), improvise com qualquer tipo de fita adesiva, até a chegada no local do conserto. Esse reparo, é realizado através de um trabalho que exige uma técnica aprimorada.

Vale ressaltar, a legislação não permite que certos tipos de danos ao vidro, sejam parcialmente consertados e sim a troca total por medidas de segurança.

Evite trafegar muito próximo, de caminhões e estradas que estão sendo pavimentadas. Com essas e outras atitudes corretas, poderá evitar futuros aborrecimentos, ou até mesmo algum acidente mais sério, relacionados ao assunto em questão. Em caso de necessidade, as dicas são válidas e bem vindas, procure sempre a oficina mais próxima e segura para seu veículo.