Valdeno Brito vence de ponta a ponta segunda etapa da Stock Car em Curitiba

Nem safety car atrapalha tranquila vitória do novo líder da temporada
O piloto Valdeno Brito ganhou com grande facilidade a etapa de Curitiba da Stock Car, segunda prova da temporada 2009. O paraibano largou na pole position e, com um carro muito bem acertado, não tomou conhecimento dos adversários.
Com a vitória, o piloto da RCM assumiu a liderança do campeonato. Cacá Bueno chegou em segundo lugar, com Thiago Camilo colado na traseira do seu carro.
Esta foi a segunda vitória do piloto da equipe RCM. Ano passado, quando corria pela A. Matheis, Brito foi o vencedor da Corrida do Milhão, disputada no autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro.
A etapa de Curitiba começou com uma curiosidade. Nenhum acidente aconteceu no complicado “S de baixa”. Os destaques na largada foram Allam Khodair e Antonio Pizzonia. Depois da primeira, curva o paulista, que saiu na 14ª posição, já estava em terceiro, seguido pelo ex-piloto da Fórmula 1, que ganhou quatro colocações e pulou para o quarto lugar.
Na quarta passagem, o amazonense ganhou a terceira colocação de Khodair, que também foi ultrapassado por Thiago Camilo na sequência.
Valdeno e Cacá mantiveram as posições do grid, mas o paraibano sumiu na liderança da corrida. Em cinco voltas, a vantagem sobre o carioca já era superior a três segundos. E o paraibano abria cerca de meio segundo a cada volta para o segundo colocado.
Com uma boa diferença para Cacá, o vencedor da etapa teve dificuldades em apenas dois momentos. O primeiro foi na 13ª volta, quando Brito foi atrapalhado pelo carro de Pizzonia, na hora de sair dos boxes, após o reabastecimento obrigatório.
O segundo foi na volta 23, quando o safety car entrou na pista por causa de uma rodada de Nonô Figueiredo. O carro do piloto da equipe Pamplona’s ficou parado em posição perigosa na entrada da reta dos boxes.
Na relargada, entretanto, Valdeno seguiu com um ritmo de corrida melhor que o de Cacá e só administrou a vantagem para receber a bandeira quadriculada com dois segundos de vantagem para o bicampeão da Stock Car.
Confira a classificação da prova em Curitiba
1 – Valdeno Brito (PB/Peugeot 307), 32 voltas em 47:29.707 (média de 149,37 km/h)
2 – Cacá Bueno (RJ/Peugeot 307), a 2.127
3 – Thiago Camilo (SP/Chevrolet Vectra), a 2.403
4 – Antonio Pizzonia (AM/Peugeot 307), a 3.342
5 – Max Wilson (SP/Chevrolet Vectra), a 4.129
6 – Ricardo Zonta (PR/ Peugeot 307), a 5.528
7 – Ricardo Mauricio (SP/Chevrolet Vectra), a 6.644
8 – Xandinho Negrão (SP/Chevrolet Vectra), a 7.464
9 – Marcos Gomes (SP/Chevrolet Vectra), a 8.777
10 – Antonio Jorge Neto (SP/Peugeot 307), a 8.995
11 – Daniel Serra (SP/Peugeot 307), a 9.473
12 – Paulo Salustiano (SP/Chevrolet Vectra), a 10.108
13 – Thiago Marques (PR/Peugeot 307), a 11.731
14 – Giuliano Losacco (SP/Peugeot 307), a 12.028
15 – Luciano Burti (SP/Chevrolet Vectra), a 15.075
16 – Pedro Gomes (SP/Chevrolet Vectra), a 15.444
17 – William Starostik (PR/Chevrolet Vectra), a 16.167
18 – Alceu Feldmann (PR/Chevrolet Vectra), a 16.786
19 – David Muffato (PR/Peugeot 307), a 17.420
20 – Allam Khodair (SP/Peugeot 307), a 18.272
21 – Norberto Gresse (SP/Chevrolet Vectra), a 18.489
22 – Daniel Landi (SP/Peugeot 307), a 19.705
23 – Chico Serra (SP/Peugeot 307), a 21.656
24 – Felipe Maluhy (SP/Peugeot 307), a 23.013
25 – Lico Kaesemodel (PR/Chevrolet Vectra), a 2 voltas
26 – Claudio Capparelli (RJ/Peugeot 307), a 3 voltas
Não completaram:
Nonô Figueiredo (SP/ Chevrolet Vectra), a 9 voltas
Atila Abreu (SP/Chevrolet Vectra), a 14 voltas
Popó Bueno (RJ/Chevrolet Vectra), a 16 voltas
Enrique Bernoldi (PR/Peugeot 307), a 23 voltas
Ricardo Sperafico (PR/Peugeot 307), a 25 voltas
Duda Pamplona (RJ/Chevrolet Vectra), a 31 voltas