Vantagens na compra do carro seminovo

Agilidade, praticidade e comodidade. Essas são algumas características que o consumidor obtém na compra de um carro seminovo.

Pesquisar, decidir, escolher um novo carro e assim já sair da revenda com ele, é o que favorece este setor.

Segundo a Assovepar (Associação dos Revendedores de Veículos Automotores no Estado do Paraná), a cada veículo novo vendido, 3,1 seminovos são comercializados no Paraná. O consumidor pode encontrar carros usados com cara de novos com condições e preços que cabem no seu bolso.

Mesmo com a redução do IPI entre outros benefícios dos veículos novos, o seminovo ainda tem sido vantajoso para o consumidor. Entrega concretizada no ato da compra; veículo já emplacado; preços bem reduzidos; a baixa desvalorização do veículo – o que se torna normal quando um carro zero sai da revenda – e a economia, são fatores que atraem o cliente para o fechamento da compra do carro.

De acordo com o diretor de Relações Públicas da Associação dos Revendedores de Veículos Automotores no Estado do Paraná (Assovepar) Gilberto Deggerone, a economia de optar por um carro com até três anos de uso pode ser de até 30% comparado ao zero quilômetro.

Segundo ele, ao sair da concessionária, o veículo já sofre depreciação. No primeiro ano de uso o valor do carro cai de 10% a 12%. No entanto, em uma revenda o carro com um ano de uso pode ser encontrado por um preço bem acessível.

Outro quesito que chama a atenção do cliente é que ao invés de fechar o negócio de um carro zero quilômetro sem opcionais, o consumidor acaba decidindo por um seminovo completo. Segundo Deggerone, além da diferença no valor, o consumidor procura também o conforto e a segurança que um automóvel pode lhe trazer.

Carros completos

Na avaliação de um carro novo completo, a diferença entre um veículo usado com as mesmas características acaba pesando no bolso do consumidor. Um carro zero km da marca Astra Hatch Advantage, quatro portas, com ar condicionado, direção hidráulica, desembaçador e limpador traseiro, rodas de liga leve, trava elétrica, vidros elétricos custa em média R$ 43.990. Um seminovo ano 2008 com as mesmas opções apresenta em média o valor de R$ 38.900. Para o consumidor essa economia gira em torno de 12%.

Existe também a opção de deixar o carro mais completo, investindo em opcionais, mas nem sempre isso é vantajoso. Em média, na compra de um ar condicionado, direção hidráulica, trava-elétrica e vidros elétricos para um carro marca Gol 1.6, quatro portas, básico, que custa R$ 31.150, o investimento sairá em torno de R$ 9.455, chegando ao custo total de 40.605, para ficar equipado. Um seminovo completo apresenta o valor em média de R$ 34 mil.

Fonte: Paraná on line