Red Bull nega excesso de gastos na temporada 2010

Campeã da temporada 2010 sendo a melhor equipe durante todo o ano, a Red Bull precisou negar que tenha ultrapassado a quantidade permitida de gastos no orçamento comum a todas as equipes para conseguir obter sucesso no campeonato de pilotos e também no de construtores.

A dúvida se deu porque a Associação de Times de Fórmula 1 (Fota) iniciou conversas para definir o Acordo de Restrição de Recursos (RRA, em inglês), a ser implementado pelas próximas seis temporadas já a partir de 2011. E durante as negociações, a escuderia austríaca pediu incessantemente por mudanças nas regras de sanções pelas violações por excessos, o que deixou incomodado o ex-presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Max Mosley.

“A Red Bull pediu uma exceção. Se isso for verdade, isso só pode significar que eles gastaram mais que o permitido, e por isso estão pedindo a aprovação das outras equipes. Estou esperando para ver como os outros times a reagir”, afirmou o ex-dirigente.

O chefe da Red Bull, Christian Horner, refutou a hipótese de seu time ter gastado além da conta. “Ao contrário das especulações mas estando junto com a RRA em 2010, a Red Bull teve apenas o terceiro ou quarto maior orçamento da Fórmula 1”, contou, confirmando presença nas próximas reuniões da categoria ainda antes do início do campeonato.

Fonte: Terra esportes