Aprovada lei que libera os “Food Truck” em Curitiba

Projeto segue para sanção do prefeito Gustavo Fruet.

A Câmara Municipal de Curitiba aprovou nesta segunda-feira (23) com unanimidade a lei que permite a utilização de caminhões e utilitários para a venda de lanches e refeições na cidade. Os 33 vereadores debateram ontem novamente essa questão e em breve o Prefeito Gustavo Fruet deve assinar a sanção da nova legislação municipal.

Quem estiver planejando um novo negócio ainda vai ter que esperar os próximos capítulos dessa história, uma vez que ainda não foram definidas questões como os pontos liberados para estacionamento dos veículos, resposta que só deve ser dada pela Secretaria Municipal de Urbanismo dentro de 60 dias.

A pauta foi protocolada na última sexta-feira, 20 de março, e por enquanto será permitido o comércio de alimentos em áreas públicas e privadas dentro de veículos com motor próprio ou rebocados, exceto em feiras livres ou proximidades e também, a venda de bebidas alcoólicas.

Outro ponto que deverá ser levado em questão é de que os produtos vendidos embalados deverão conter etiqueta com nome, endereço de quem o fabricou, data de confecção e validade, além de estarem devidamente registrados na Vigilância Sanitária.

A metragem do veículo deverá ser de até sete metros e serão permitidos até dois veículos por CNPJ. A lei ainda defende a obrigatoriedade de uma cozinha fixa, sendo permitida somente a montagem dos lanches dentro dos Food Trucks até mesmo por questões de higiene.

Moda em países como os Estados Unidos, há um bom tempo esse tipo de comércio vem se tornando cada vez mais popular por aqui e viu-se a necessidade de uma regulamentação. Criada pelo vereador Helio Wirbiski, a intenção da nova lei municipal é fazer com que o setor de alimentação cresça e dê novas oportunidades para quem pretende abrir ou já trabalha com esse tipo de empreendimento.

Deixe uma resposta