Qualidade do combustível nos postos

Desde Junho deste ano, mais de 50% dos postos deixaram de ser fiscalizados no país pela ANP

O preço da gasolina está cada vez mais alto, mas isso não garante a qualidade do combustível! Contratos da ANP com universidades começaram a vencer. Essas instituições ajudavam nas fiscalizações dos postos. A parceria foi cancela depois que o Governo Federal anunciou cortes nos gastos públicos. O resultado é menos fiscalização no combustível que você encontra.

Para você ter uma ideia, em Fevereiro de 2015, 38.318 estabelecimentos foram fiscalizados e em Junho 18.783. É uma queda de mais de 50%. Com base no “Boletim Mensal do Monitoramento da Qualidade dos Combustíveis Líquidos Automotivos” da própria ANP, são mais de 40 mil postos no Brasil.

Diferente do que revelam os documentos, o coordenador geral da Agência, Francisco Nelson, diz que a fiscalização não foi reduzida. Para ele, o rompimentos dos contratos, não significa que os postos estão sendo menos monitorados, mas que sim há menos pesquisas sobre o assuntos. “Nós estamos fiscalizando ainda mais.”

O que vocês acham?

Fonte: Auto Esporte

Deixe uma resposta