Como fazer manutenção de bancos de couro?

Possuir banco de couro no carro significa luxo e requinte. Entretanto, para o revestimento permanecer com aparência de novo, é necessário alguns cuidados, normalmente não necessários em bancos de tecido. Os cuidados para couro sintético e couro natural são, em geral, similares.

Se bem cuidado, o couro pode ter uma vida que passa dos 10 anos, dependendo do modelo. O período para hidratação do couro e do couro ecológico varia de acordo com a umidade do ar, a temperatura de cada região, do uso do ar condicionado e se o carro fica parado ao sol.

Por isso, principalmente nas regiões mais ao norte do país, o recomendável é que hidratação seja realizada a cada dois meses se o carro fica “no tempo”. Já aqui no Sul, fazê-lo a cada seis meses a um ano, se o carro não fica muito no sol, já é o suficiente. É bom fazê-lo principalmente no verão, quando as temperaturas são mais altas e o revestimento sofre mais.

A tonalidade do couro também influencia no período de limpeza. Quanto mais claro, maior a possibilidade de aparecer sujeira. Bancos brancos ou em beige podem mostrar manchas até mesmo de tintas de calças jeans ou outras roupas, e o indicado é limpar rapidamente para não encardir.

No exemplo de um couro manchado, apenas um profissional especializado poderá remover as marcas. Caso o revestimento não possua nenhuma mancha, o trabalho poderá ser realizado pelo dono do carro, utilizando pano úmido com sabão ou detergente neutro. Uma limpeza por semana, em um banco claro, é recomendada.

Alguns fabricantes podem sugerir cuidados específicos para seus veículos, os quais devem ser seguidos. A Nissan, por exemplo, recomenda que se for necessário a limpeza, que seja utilizado sabão neutro e água, e salienta que manutenções frequentes e limpeza são necessários para que a boa aparência do couro permaneça.

Você mesmo pode realizar a hidratação com produtos de mercado, após a limpeza. Neste caso, uma vez a cada dois meses são suficientes mesmo para as situações onde o couro mais sofre. E cabe lembrar que um couro endurecido, com aparência de velho, mas sem fissuras, pode ficar bem macio e com aparência muito melhorada com a hidratação. Só tome o cuidado, neste caso, de verificar se o produto não causa danos ao couro de seu carro.

Com informações de Bowden’s Own, Autogeek e Gomog.

Foto de Henrik Berger Jorgensen.

Deixe uma resposta