Chevrolet Celta – pontos forte e fracos

O Celta é um dos carros mais populares do Brasil. Todo veículo tem pontos fortes e fracos e o modelo da Chevrolet não é exceção. Como ponto forte, o Celta é tido como um carro resistente e de manutenção barata. Seus problemas mais comuns são fáceis de resolver e não há problemas crônicos do modelo que o afetem fortemente. Vamos falar das questões mais comuns do modelo aqui. O Celta é um carro de pequeno porte, perfeito para ser usado em cidades, com um formato compacto. Seu motor é resistente e confiável. Problemas sérios são muito raros.

No compacto da Chevrolet, alguns mecânicos relatam que a mangueira de saída do filtro para admissão, em muitos casos, racha, permitindo assim a entrada de ar falso, o que causa perda de rendimento e aumento do consumo. A dica é checar periodicamente esse item para verificar seu estado. Há também mecânicos que dizem ser pequeno o filtro de ar do Celta, aconselhando sua troca a cada 10.000 km para não correr riscos de prejudicar o motor.

Outro problema comum apontado é em relação às bobinas de ignição que também tendem a rachar com o tempo, apresentando fuga de corrente. Isso pode fazer até com que o carro pare no meio do trânsito ou não dê a partida. Para evitar problemas futuros, troque as velas e os cabos quando for substituir as bobinas.

A revisão deste carro, em comparação com veículos parecidos, costuma ser um pouco mais cara, mas adiá-la pode agravar os problemas já existentes.

Com o tempo, ocorre vibração das peças de acabamento que se acentua quando o veículo está em alta velocidade e o resultado pode ser um som não muito agradável. Para resolver, pode-se levar o Celta em oficinas especializadas em detecção de barulhos, que podem verificar parafusos soltos ou repor buchas em seus devidos lugares.

Como as ruas e estradas brasileiras, infelizmente, não são de boa qualidade e os amortecedores do Celta são duros, há maior necessidade de manutenção do kit de amortecedores, o que não costuma ser muito barato.

A facilidade de adulteração do odômetro é um problema comum neste modelo e que traz desvantagens na hora da revenda, pois assim pode ser modificada a distância percorrida pelo carro. Convém chamar um mecânico de confiança para conferir o estado do carro e averiguar o real desgaste do modelo. Esta dica, aliás, vale para qualquer veículo, não apenas o Celta.

É claro que as informações acima contidas nesse artigo não são para convencer possíveis compradores de desistirem. Muito pelo contrário, até porque o Celta é, como já dito, um carro de manutenção simples e barata. A proposta é alertar sobre alguns cuidados que devem ser tomados para se antecipar a alguns problemas comuns do carro, principalmente para quem já possui um. O compacto é um carro confiável, com baixa desvalorização no mercado.

Deixe uma resposta