Skip to main content
Home » No SóCarrão » Dr. SóCarrão » Como fazer rodízio de pneus

Como fazer rodízio de pneus

Os motoristas devem ficar atentos ao desgaste dos pneus, pois eles são um dos principais itens de fundamental importância para a segurança de todos, ocupantes do veículo e pedestres. Mas existe uma forma de prolongar a vida útil dos pneus com segurança: fazendo o rodízio dos mesmos!

Muitos até conhecem o rodízio de pneus, sabem na teoria como é feito, mas é preciso muita cautela, porque o rodízio pode variar de modelo para modelo. Muitas empresas e oficinas mantêm um quadro na parede com todas as explicações a respeito do rodízio dos pneus.

Este rodízio deve ser feito para que todos os pneus gastem de forma igual. Alternando as posições dos pneus é possível conseguir este desgaste padronizado dos pneus. No entanto, é preciso ficar atento a vários fatores, principalmente as posições recomendadas pelas próprias montadoras. Leve seu carro em um centro automotivo de qualidade, que siga as regras específicas para seu modelo. Em alguns modelos, faz-se a troca cruzada, do dianteiro esquerdo para o traseiro direito; em outros, mantém-se os lados.

Por que rodízio?

Geralmente o pneu dianteiro desgasta bem mais rápido que o traseiro, uma vez que são as rodas dianteiras que viram com o volante. Além disso, a maioria dos veículos possui tração dianteira, o que acentua o desgaste. Neste caso, os pneus traseiros que estarão mais novos vão para a dianteira e os pneus da frente vão para trás. E assim, gastando os pneus de forma igual, consegue-se maior estabilidade no veículo.
Quando um ou mais pneus apresentam desgaste maior que os outros, a instabilidade aumenta, principalmente se for em uma pista molhada.

O rodízio deve ser feito, normalmente, entre 5 mil e 10 mil km, mas isto vai depender muito do perfil do motorista e de quanto ele utiliza seu veículo diariamente.

Mas atenção! O rodízio jamais irá substituir a troca dos pneus quando estes estiverem muito gastos, necessitando de uma substituição. O limite máximo para o sulco de um pneu é de 1,6mm. Passando disto, já está na hora do pneu ser substituído.

E vale lembrar que, além do rodízio, é preciso ficar atento à calibragem dos pneus, além de manter o alinhamento e balanceamento em dia, pois tudo isto ajuda a aumentar a vida útil do pneu, além de garantir estabilidade para o veículo e consequentemente, garantir maior segurança!

Tipos de rodízio

O rodízio varia de acordo com a tração do carro (dianteira ou traseira) e até mesmo se houve troca parcial dos pneus, deixando o carro com pneus de dimensões levemente diferentes. Veja no diagrama abaixo os tipos de rodízio e atente-se se seu centro automotivo está fazendo da maneira certa, como recomendada pelo fabricante.

Legenda:

F – frente

T – traseira

 

Compartilhar

Top 5 - SóCarrão

Super Carrões

Super Motos

Carros Antigos