Skip to main content
Home » No SóCarrão » Dr. SóCarrão » Dicas e cuidados ao lavar o motor do carro

Dicas e cuidados ao lavar o motor do carro

Sempre há certa dúvida quando se fala em lavar o motor de seu veículo. Muitos apontam que isso poderá acarretar em problemas para os componentes eletrônicos do automóvel. Em contrapartida, uma vertente fala que a limpeza do bloco poderá aumentar a vida útil da estrutura do mesmo. Nesta matéria vamos trazer algumas dicas para quando você optar em lavar o motor de seu carro.

Observar a temperatura

É importante se fazer a lavagem do motor quando o mesmo está frio. Depois de lavado, também é correto esperar certo período de tempo antes que se dê a partida. Alguns componentes poderão sofrer problemas devido a água metalizada e o plástico que fica aquecido quando se funciona o motor. Espere ao menos uma hora antes de ligar o seu carro depois da limpeza do motor.

Procure proteger as partes elétricas

Para que não se prejudiquem as partes elétricas, o ideal é que se faça uma proteção das mesmas antes da aplicação da água para a limpeza. Você pode encontrar no mercado algumas coberturas de plástico que contam com uma boa durabilidade e são fabricadas para que as partes elétricas fiquem protegidas.

A periodicidade

O problema não é você lavar o seu carro na parte externa a cada duas semanas, por exemplo. Ela fica realmente mais exposta para uma eventual chance de conter danos o que acarretariam na desvalorização do seu carro. Porém, é bom levar em conta que esse período pode ser mais longo em questão da limpeza do motor, pois é mais complicado deixar que as estruturas fiquem protegidas.

Quando então lavar o motor do carro?

Não há um dia certo para que isso aconteça. Muitas vezes, nem observando o manual do veículo você irá encontrar tal informação. Em suma, isso poderá variar segundo o costume que o condutor tem e também do tipo de pista que ele trafega no dia a dia.

Aquele motorista que geralmente dirige em ruas pavimentadas e com menos buracos, a periodicidade para limpar o motor é menor fazendo uma comparação daqueles que utilizam pistas com caminhos em terra ou areia e com muitos buracos. No Brasil, infelizmente, isso fica bem complicado para os condutores de grande parte do país.

Observar sempre se a água está limpa

Quando se faz a lavagem do motor com qualquer tipo de água que se encontra, há o risco de alguns poluentes prejudicarem o sistema de arrefecimento, por exemplo. Os poluentes também podem danificar os gases que são exalados da peça que são ocasionados do trabalho de toda a estrutura do propulsor. Verifique sempre que a água para a limpeza se encontre filtrada e pura.

Fique de olho!

  • Quando achar que seu motor deve ser lavado, procure um mecânico de confiança para ver se o seu bloco precisa mesmo desta limpeza. Diferente da carroceria, o motor só precisa ser limpo quando realmente for necessário.
  • Não está proibido utilizar de panos úmidos para limpar rapidamente algumas partes da estrutura do motor.
  • Cuidado com injeções eletrônicas, pois podem sofrer com problemas devido a limpeza incorreta. O carro que conta com apenas carburador e sistema distribuidor, a limpeza feita com água é possível. Isso é comum em carros antigos.
  • O custo médio para lavar o motor de um carro fica em R$ 50, mas claro que o preço pode variar.
  • O ideal é investir em uma limpeza a seco que não utiliza a água, mas sim, alguns processos químicos que tem o objetivo de desengordurar o bloco.
Compartilhar