Diferenças entre polimento, enceramento e cristalização do carro

Aquele motorista mais perfeccionista gosta de deixar o seu carro bonito. Uma das coisas que você deve se preocupar é com a pintura. Além de deixar o visual do veículo em dia, cuidar da pintura também garante que você consiga um melhor preço na troca do automóvel. Nesta matéria, vamos tratar de alguns serviços que cuidam dessa parte do carro. São eles: cristalização, enceramento e polimento.

Em todos esses processos, o objetivo é tirar riscos, manchas, além de dar mais brilho e proteger a pintura. Se você tem a inteção de realizar um desses serviços, o ideal é que o atendente lhe sugira qual é a melhor opção para o seu caso. Mas que tal entender quais são as diferenças entre cada método? Confira aqui o que cada qual pode fazer pelo seu carro.

Cristalização

Ela também é chamada de espelhamento. Nesse serviço, acontece a aplicação de uma resina protetora na pintura do carro. Da mesma forma como acontece com a cera, os produtos que são aplicados na lataria do veículo não têm uma reação química com o verniz que consta na mesma. Com isso, no momento da aplicação da resina, não vai transformar a estrutura molecular da tinta nem do verniz da lataria.

Na cristalização, acontece uma aplicação de uma camada fina de resina que vai garantir uma maior durabilidade frente à pintura se comparado com a cera normal. Esse serviço é mais indicado para carros que contam já com alguns anos de uso, mesmo que concessionárias ofereçam a cristalização para carros 0KM.

O processo começa com um polimento para a retirada de possíveis riscos e manchas. Depois disso, um desengordurante é aplicado, antes da resina.

Custo da cristalização: pode passar dos R$ 350. É bom verificar se o local faz um bom serviço, além de observar apenas o custo.

Enceramento

Esse serviço pode ser feito em todos os veículos, mas sendo o alvo principal os modelos novos, seminovos e aqueles que foram repintados. O enceramento não tem um grande potencial para a eliminação de riscos ou manchas, porém, é uma maneira simples e de baixo custo para deixar a pintura mais bonita.

Custo do enceramento: pode variar entre R$ 100 e R$ 150. É bom atentar para a qualidade do material que é utilizado, pois ele que vai fazer com que o serviço tenha qualidade. Ceras de procedência duvidosa, por exemplo, protegem a pintura por menos tempo (ou danificam o veículo).

Polimento

Esse processo é indicado para pinturas que estão manchadas, queimadas pelo sol, peças que tiveram que ser repintadas, riscos de pouca profundidade, além de manchas que podem ser provocadas por pássaros e árvores.

Aqui, o polimento faz uso de massas abrasivas e politrizes (elas giram a 2000 rpm). O serviço tem o costume de retirar uma leve quantidade de verniz da pintura, além das manchas e riscos.

O polimento é um processo que não deve ser feito por pessoas amadoras. Ele é diferente da aplicação da cera, que qualquer um pode fazer. A abrasão é grande, sendo que se uma pessoa inexperiente o fizer de maneira incorreta, o processo poderá remover o verniz e a tinta, deixando apenas um fundo branco da lataria.

Custo do polimento: em torno de R$ 300 (variando de acordo com as condições atuais da pintura do veículo).

Deixe uma resposta