Skip to main content
Home » No SóCarrão » Dr. SóCarrão » Válvula termostática – superaquecimento, falhas de motor e alto consumo

Válvula termostática – superaquecimento, falhas de motor e alto consumo

A inutilidade da válvula termostática é um assunto recorrente entre os profissionais que lidam com esse tipo de equipamento, mas na verdade isso não passa de um engano.

A válvula termostática tem a função de regular o fluxo que é acionado eletronicamente ou de acordo com a temperatura. Em outras palavras, quando o líquido atinge determinada temperatura, a válvula abre e libera o fluxo do líquido para evitar que o motor fique super aquecido. Esse processo é chamado de troca térmica.

Para o motor, o super aquecimento é tão prejudicial quanto a super refrigeração. As peças mecânicas duram por mais tempo se mantidas a uma temperatura próxima de 100 graus, sendo assim, os componentes são um pouco menores já pensando na dilatação natural. Imagine um motor a 6 mil rotações que não consegue atingir a temperatura desejada, o que iria acontecer?

É por isso que a válvula termostática é importante no sistema de refrigeração, pois até mesmo o vento poderia resfriar o motor drasticamente e causar danos as peças, além de elevar o consumo de combustível.

Nos carros mais modernos, o módulo de controle de temperatura faz com que a temperatura fique no patamar ideal o mais rápido possível, alterando o tempo de injeção, o avanço de ignição e diversos componentes. É nesse momento que a válvula termostática faz falta no processo.

Em alguns sistemas, a válvula tem mais de uma função: aberta ela inibe o fluxo rotativo e direciona para o radiador; fechada ela permite o fluxo interno ao motor. Se a válvula é removida, o fluxo acontece duplamente, uma parte vai para a troca térmica no radiador e outra parte flui no motor sem a refrigeração adequada.

De acordo com os especialistas, os sensores de temperatura são montados em conjunto com a válvula. Se o líquido não é direcionado ao sensor, pode ser que a temperatura informada não esteja correta.

Esses são só alguns problemas que a ausência da válvula pode causar ao motor.

Compartilhar