A história do Fiat 147 – o modelo que marcou o início de uma nova fase

Em 9 de Julho de 1976 a Fiat inaugurou a sua primeira fábrica no Brasil em Betim, no Estado de Minas Gerais. O primeiro carro produzido pela Fiat Brasil foi um sucesso, conhecido como o pequeno notável, o Fiat 147.

O carro trazia inovações tecnológicas jamais vistas no Brasil. Era um carro econômico, e nos primeiros testes o pequeno carro atravessou a ponte Rio-Niterói com apenas 1 litro de gasolina, o que causou muitos elogios na época. Apesar de pequeno e a aparência frágil, o Fiat 147 demonstrava agilidade e esperteza para o trânsito das grandes cidades. Seu sucesso chegou a superar o Fusca em meados dos anos 70.

Mas o que diferenciava esse carro dos demais?

– Motor transversal direito, uma novidade por aqui na época;

– Coluna de direção articulada;

– Carro a álcool (também fabricado a diesel);

– Primeiro carro produzido no Brasil em várias versões, como a hatch, sedan, perua, furgão e pick-up;

– Estepe embaixo do capô dianteiro;

– Desembaçador traseiro, até então nunca visto no Brasil.

Por isso em 1978 o Fiat 147 foi eleito o carro do ano. Sua estabilidade trazia cada vez mais elogios da imprensa, que o colocava muitas vezes em melhor posição do que carros esportivos da época.

Baseado no modelo 127 italiano, essas eram as especificações do Fiat 147:

  • 3,63 metros
  • 800 kg
  • Entre-eixos de 2,22 metros
  • Motor de 4 cilindros
  • 1048,8 cm3 transversal
  • 57 cv brutos a 5.800 rpm
  • Refrigeração à água
  • Comando de válvulas
  • Velocidade máxima de 135 km/h
  • Carroceria de dois volumes e três portas
  • Faróis quadrados com cantos arredondados
  • Grade preta com frisos horizontais
  • Luzes de direção retangulares
  • 4 ou 5 ocupantes
  • Pára-brisa laminado em outras versões.

Em seus 15 anos de produção, o Fiat 147 reuniu muitos admiradores e apaixonados. Até hoje muitos mantêm e até buscam este pequeno grande carro. O carrão pequeno como era chamado na época, não ficou pra trás dos grandes lançamentos da época, como o Fusca e a Brasilia. Hoje não é difícil encontrarmos o carro sendo vendido por colecionadores a exorbitantes preços e não raro sendo comprado. Só quem teve um Fiat 147 entende essa paixão e sabe como este carro foi e é especial.

E então você teve um Fiat 147? Manda a foto dele para nós. Você ainda tem um Fiat 147? Melhor ainda! Conte por qual razão você ainda prefere ter esse carro.

Deixe uma resposta