Chevrolet Carryall Suburban, a primeira SUV

SUVs ganharam a preferência do público nos anos 1990 e 2000, mas já existem desde 1933

Em 1933 foi criado nos Estados Unidos o Chevrolet Suburban Carryall, um enorme automóvel com duas portas desenvolvido para o transporte de pessoas e coisas. Assim surgiu o primeiro SUV da história, na nomenclatura que conhecemos hoje.

O carro foi baseado na picape para meia tonelada da GM de então. Embora houvesse outros veículos de carroceria fechada antes, esse formato de carro baseado em estrutura de “light truck” (caminhão leve, em português. Por aqui chamamos de picape) era inédito.

A Suburban 1933

A capacidade de carga de meia tonelada não parece grande coisa para os dias de hoje, mas em 1933 a realidade era de motores pouco potentes e sistemas de suspensão mais frágeis, fazendo com que os carros carregassem, em geral, menos peso.

O termo Carryall (carrega tudo) era deixava claro que o veículo foi criado para atender uma demanda específica para este tipo de carro, notadamente a Guarda Nacional americana e programas do New Deal para lidar com os efeitos ainda vigentes da crise de 1929, como o Civilian Conservation Corps (Corporação de Conservação Civil).

Eram entidades que precisavam de flexibilidade para transportar tanto passageiros como carga. Os bancos removíveis faziam com que o carro se adaptasse a ambos os usos, algo similar à Kombi quando fez sucesso no Brasil.

Evolução do modelo

A utilidade do formato para o público em geral era evidente e, a partir de 1935, a Suburban Carryall passou a ser comercializada amplamente. Deu tão certo que o modelo “Suburban” está em produção até os dias de hoje. Evidente que o carro de hoje é muito diferente daquele de 1933, mas o fato é que o formato e a “marca” do modelo constitui uma das mais longas linhagens de carros da história. Confira algumas mudanças pelas quais a Suburban passou:

No ano de 1936 foram introduzidos os freios hidráulicos. Um ano depois, foi introduzido um novo sistema de segurança, A potencia do carro cresce para 79 cv e o visual ganha detalhes de Art Decô.

Já no ano de 1940, foram introduzidos farois selados que melhoravam (muito) a visibilidade. Na mesma década (1947) ocorre a primeira alteração importante no design do modelo e também há mudanças nas partes elétrica e mecânica.

Publicidade da Suburban 1941

Em 1955 foi lançada a segunda série do novo desenho, que inclui um motor V8, monobloco pequeno, transmissão automática Hydra- Matic, sistema elétrico de 12 V e pneus sem câmara de ar. Dois anos depois, é incorporada a tração de quatro rodas. No inicio da década de 60, o carro adquire suspensão dianteira independente. O modelo de duas portas continuaria a sua produção até 1967.

Nesse mesmo ano, o estilo do veículo é totalmente renovado, oferecendo um design exclusivo de três portas, com uma única porta do lado do motorista e duas no lado dos passageiros. No que se refere à segurança, o Carryall ganha um sistema de freios com duplo cilindro, parabrisa com cristal de segurança laminado mais grosso e direção com absorção de energia.

Em 1973 foi lançada a Suburban com uma carroceria com quatro portas, também há alterações no interior do carro visando o conforto dos ocupantes. Algumas atualizações são feitas até 1987, um ano depois é incorporado no modelo o sistema de freios ABS. Esta é a versão que foi lançada no Brasil como Chevrolet Veraneio, com algumas modificações.

No ano de 1992, a Suburban é completamente renovada contando com freios ABS nas quatro rodas, Insta-Trac com tração 4xx e nova suspensão dianteira independente. Esta geração continua recebendo modificações e atualizações até o ano 2000. Neste ano, aparece a nova geração da Carryall Suburban com um estilo completamente diferente. Em 2007 é lançada a última versão do modelo.

Em 2010 aconteceu a comemoração do 75° aniversário, com o lançamento de um modelo com edição limitada.

Suburban 2016

Deixe uma resposta