Skip to main content
Home » No SóCarrão » História e Nostalgia » Ferrari 250 GTO, um dos carros mais raros e caros do mundo

Ferrari 250 GTO, um dos carros mais raros e caros do mundo

Carro foi criado na década de 60 e unidade foi arrematada por mais de 30 milhões de dólares.

Difícil é encontrar no mundo alguém que se recuse a ter uma, nem que seja nos sonhos. Ícone entre os esportivos, a Ferrari consegue encantar todas as classes, idades e gêneros, e não importa se é modelo antigo ou mais moderno. Mas um em especial é considerado raríssimo, inclusive é um dos carros mais caros do mundo: o 250 GTO, fabricado entre 1962 e 1964 especialmente para as pistas. Para se ter ideia, naquela época quem quisesse desfrutar da beleza e potência do super carrão deveria passar por entrevista e aprovação pessoal de ninguém menos que Enzo Ferrari, o fundador da marca, além do representante Luigi Chinetti.

Entre 62 e 63 apenas 36 unidades foram produzidas com traços bem marcantes e um potente motor V12 3.0L de 300 hp que faziam o automóvel ir de 0 a 100 km/h em poucos segundos e atingia a máxima dos 300 km/h. O câmbio era manual de cinco velocidades e comportava até dois passageiros – literalmente para poucos -. Em 1964, pouco antes de sair de linha, a Ferrari lançou mais três unidades para a chamada Série II que chegou pouca coisa diferente, encerrando a produção dos 250 GTO neste ano. Além de todas as qualidades a Motor Trend Classic colocou o esportivo na lista dos “Greatest Ferraris of All-Time”.

Quarenta anos depois, em 2004, a máquina voltou à tona. Desta vez em uma homenagem da Top Sports Cars e ganhou o título de “O carro esportivo de todos os tempos”. Já em 2012, novo título: o de carro mais caro do mundo. O motivo? Um leilão onde uma 250 GTO Scaglietti Berlinetta 1962 foi arrematado por “apenas” 35 milhões de dólares. Quem saiu perdendo nesta história foi o Bugatty Type 57SC Atlantic fabricado em meados da década de 30, que até aquele momento era detentor deste “codinome” (vendido em 2010 por 25 milhões de euros).

Veja abaixo algumas imagens desta relíquia:

[easymedia-slider-two med=”26495″]

Na próxima semana você vai conhecer a história de outro carro histórico, não perca!

Compartilhar