Peel Trident, o menor carro para dois passageiros já produzido

O Peel Trident  é um microcarro, sucessor do P50. Seu design foi elaborado por Cyril Cannell na década de 60 e até hoje nenhum microcarro superou as suas dimensões. O Peel Trident era um pouco maior que o P50 e foi comparado a um disco voador por seu teto de vidro que lembrava o formato de uma bolha. As cores padrão foram Daytona Branco, Dragão Vermelho e azul escuro.

A Manx Peel Engineering Company, empresa responsável pela produção dos modelos Peel, encerrou as suas atividades em 1974. Possuía a proposta de produzir “carros para a cidade” mas não conseguiu alavancar as vendas. A população da época não entendia muito bem esse conceito e considerava esquisito e até mesmo engraçado. O microcarro também trepidava muito e era muito abafado. Esses fatores também acabaram contribuindo para o desgosto de parte do público.

O mercado atual mostra que hoje em dia as coisas estão diferentes: existem muitos modelos de microcarros e apesar de no Brasil não ser tão comum vermos eles pelas ruas, em alguns países a sua popularidade cresceu muito. O Japão, conhecido por ser um dos países que mais investe em tecnologia, é um dos lugares do mundo que sofreu o boom dos carros “Keys”.

Recentemente Gary Hilman e Faizal Khan abriram a Peel Engineering que relançou a marca Peel e produz réplicas com versões equipadas com motor a gasolina ou elétrico. A empresa recebeu muitos pedidos, já que com o passar dos anos os microcarros ganharam a atenção do público e se tornaram ícones caríssimos de colecionadores apaixonados por carros.

No site da Peel Engineering é possível fazer encomendas, encontrar faixas de valores, conhecer curiosidades, assistir a vídeos e entrar em contato por e-mail ou através do telefone.

O site alerta que restam poucos modelos e que se trata de uma série limitada. Portanto, não dá para saber por quanto tempo ainda será possível adquirir essa preciosidade. Caso você seja um amante dessa ideia, siga o twitter @peelengineering e acompanhe as novidades.

Deixe uma resposta