Skip to main content
Home » No SóCarrão » História e Nostalgia » Puma: Como surgiu a história desse esportivo

Puma: Como surgiu a história desse esportivo

A Historia da Puma, se inicia em 1964, em Matão no interior de São Paulo, onde um grupo de amantes por automobilismo, liderados por Rino Malzoni, resolveram criar esse automóvel esportivo. Em 1965 eram expostos os primeiros protótipos do “GT Malzoni”.

Em 1967 entra em produção e com o nome de Puma. Um cupê esportivo, produzido em fibra de vidro. Seu desenho foi criado por Anísio Campos, lembrava muito a Ferrari 250 GTO daquela época.

Apesar de ter um motor 1500 a ar, esse carro era muito desejado, isso graças ao seu desempenho, espetacular, beleza, agressividade e aerodinâmica, ótima dirigibilidade e direção pouco reduzida.

No final daquela década, lançam o GTB, um carro maior, usava o trem-de-força da GM Opala de seis cilindros. Ele ficou mais luxuoso, bancos de couro, vidros elétricos e direção assistida.

Em 1982, a mecânica já não satisfazia o consumidor. A empresa passou por grandes dificuldades financeiras, ficou tão endividada que acabou sendo vendida para a Araucária Veículos de Curitiba, que interrompe a produção.

A Puma é comprada em 1987, por Nívio de Lima, proprietário da metalúrgica Alfa Metais e constrói uma nova fábrica na Cidade Industrial de Curitiba. Em 1988 é relançado o GTB.

O novo “Puminha” veio em 1989, com novo chassi tubular e motor VW 1.6 a água, instalado na traseira, mas mantendo a identidade do seu estilo. Porém nesse mesmo ano entram no mercado, os carros japones, que acabou ofuscando o brilho dos novos esportivos Puma, que param sua produção em 1990.

est121

puma-preco

Compartilhar