Trabant – carro da Alemanha Oriental

O Trabant, também conhecido como Trabi, foi um veículo desenvolvido pela empresa Sachsenring (estatal, obviamente), na antiga Alemanha Oriental no ano de 1957. Foi um grande sucesso de vendas durante muitos anos, até mesmo em países como a Holanda e Bélgica. Sua fabricação só foi encerrada no ano de 1991, já que não era capaz de competir com modelos recentes. Acredita-se que existam cerca de 200 mil unidades de Trabant em circulação em todo planeta.

O Trabant possuía uma carroceria de plástico reforçado, porém não reciclável o que causou problemas na década de 1990. Como era impossível descartá-lo, foi preciso criar um fungo específico para se desfazer do veículo.

O modelo era leve, pesava cerca de 750 Kg e bastante econômico, chegava a fazer 14 quilômetros com apenas um litro de gasolina. Também possuía um motor de apenas dois cilindros e dois tempos, refrigerado a ar e velocidade máxima de 100 quilômetros por hora. A máxima é pouca, mas o Trabi conseguia chegar nela em apenas 20 segundos.

Possuía apenas 26 cavalos de potência, o que era considerado pouco para um automóvel da época. O interior do veículo era simples, para que o valor de produção fosse o menor possível. Para mantê-lo no topo de vendas, o modelo era incrementado com novos recursos de tempos em tempos, mas nada que mudasse radicalmente o modelo, nem mesmo um facelift básico.

Antes da queda do muro de Berlim, a empresa tentou modernizar o veículo, utilizando um motor de quatro cilindros. Mas não alcançou o sucesso esperado. Em 1989, após a queda do Muro de Berlim, os donos dos Trabant os abandonaram nas ruas, devido ao veículo ser extremamente desatualizado para a época.

A grande característica do Trabant, infelizmente é grande quantidade de fumaça.  Ela é considerada poluente e possui um odor especifico.  Pode parecer estranho, mas no ano de 2000 foi comercializado um produto chamado “Trabi Duft”, ou seja, o perfume de Trabant, que era simplesmente a fumaça do veículo enlatada. O produto era vendido a 3,98 euros pela internet.

No vídeo abaixo, a famosa fumaça do Trabant e seu ronco de moto, derivado do motor de dois tempos:

Deixe uma resposta