Fugas e muita ação: os Mini Cars em Uma Saída de Mestre

Minis roubam a cena no filme, lançado em 2003. 

Uma saída de mestre, lançado 2003 é na verdade uma refilmagem do filme que foi lançado em 1969 sob a direção de F. Gary Gray. A história se passa em torno de seis ladrões de bancos que decidem fazer um assalto na Itália, com o objetivo de levar embora cerca de 35 milhões de dólares. É claro que isso não deu certo. Durante a fuga, um dos bandidos fugiu com toda a fortuna e matou um dos integrantes da quadrilha, que era o responsável por arrombar os cofres.

Aí é uma correria, literalmente. Os que ficaram no prejuízo armam um plano mirabolante de vingança, além de tentar reaver a grana, envolvendo até uma policial, filha do arrombador que se corrompe ao saber da “bolada”. Apesar das aventuras, quem chama atenção durante o filme são os Minis utilizados nas cenas de perseguições. Ao todo foram utilizados 32 veículos, sendo azuis, brancos e o mais top, vermelho – Cooper S, mais potente e com torque maior-.

Para se ter ideia, nenhuma cena em que os compactos apareceram são produzidas com efeitos especiais, sim, é tudo de verdade. Não foram utilizados dublês e na cena em que os carros aparecem descendo escadarias, houve uma pré-produção transformando suas suspensões para suportarem tais impactos. Até blindagem eles ganharam para dar mais veracidades às cenas de tiro. Outro detalhe interessante é que três minis foram adaptados com motores elétricos (os únicos do mundo) para participarem das cenas no metrô, uma exigência da direção do local.

Confira algumas imagens e o trailer do filme:

https://www.youtube.com/watch?v=9JBO-kodiHo

 

Charlize Teron interpretou a policial corrompida. Créditos da Imagem: Divulgação.
Para as cenas de escadas, os carros ganharam suspensões especiais. Crédito da Imagem: Divulgação.
No metrô, três minis foram adaptados com motores elétricos. Crédito da Imagem: Divulgação.

 

Gostou da dica dessa semana? Não perca os próximos posts!

Deixe uma resposta