Pontiac Trans Am: A Super Máquina

Seriado de tevê inspirou filmes e jogos de vídeogame.

 

Um carro como protagonista e o “mocinho” como personagem secundário. Difícil de imaginar? Pois em “A Super Máquina” isso aconteceu. Lançado na década de 80, mais precisamente em 1982 pela Universal Studios, o seriado durou quatro anos no ar e foi descontinuado em 1986. Por aqui a estreia aconteceu um ano após o lançamento mundial – em 1983 -. Ao contrário dos outros países por aqui os fãs do seriado puderam assistir as cenas até meados da década de 90. A história se passa em torno de Michael Arthur Long, vivido por Larry Anderson, e um belo Pontiac Trans Am preto. Long era um ex-combatente da Guerra do Vietnã e agora havia se tornado um policial, que disfarçado investigava um caso de espionagem industrial na esplendorosa Las Vegas.

ScreenShot008

Após uma emboscada da parceira traidora acaba sendo vítima de um atentado e leva um tiro no rosto, o qual o deixa desfigurado. Wilton Knight, um milionário é amigo de Ralph Wesley, considerado o melhor cirurgião plástico dos Estados Unidos. O ricaço decide fazer o resgate do policial e o leva para sua mansão, onde encontra-se o médico que tenta salvar sua vida. Na época de combatente, Long havia feito uma cirurgia e implantado uma placa de metal na cabeça devido a um ferimento de guerra, que nesse episódio acaba o livrando da morte por ter desviado a bala e a feito atravessar seu rosto.

Após o diagnóstico, a notícia: seria impossível recuperar os traços de Long. Aí é que chegam à conclusão de “criar” um novo rosto a ele, deixando-o parecido com seu filho. Cara nova, nome novo também: Michael Knight. O Pontiac aparece quando a Fondation por Law and Governement (FLAG) dá seu apoio a Michael Knight (Long), dado a ele como um novo instrumento de “guerra” contra a bandidagem. Na série o Trans Am era moderno e impossível de ser destruído, uma vez que era feito com material a prova de fogo e balas, equipado com um super computador, o K.I.T.T. (que comandava a fala e outras funções do veículo). Após a recuperação do policial, ambos se tornam uma dupla imbatível.

No cinema

Talvez o seriado tenha sido um dos mais longos da história, pois contou com quatro temporadas e 90 episódios. Além disso, foram lançados ainda mais dois filmes – Knight Rider 2000 (1991), Knight Rider 2010 (1994) -. No primeiro filme Knight que havia se afastado do cargo por dez anos reassume o posto e decide instalar o K.I.T.T em um Bel Air 1957. Então a Foundation prepara K.I.F.T, um Pontiac Banshee 1988 vermelho. Até esse filme, tudo “bem”. Mas o furor surgiu quando o filme de 1994 foi lançado, justamente por não se parecer em nada com a série original, nem no personagem principal, nem no secundário.

https://www.youtube.com/watch?v=vdWhTDSkA0c

Knight Rider 2010 conta a história de Jale Mckeen, um homem sedento por vingança que constrói um carro blindado e armado “até os dentes” para levar seu plano de matar o assassino de seu pai e sua namorada. O mais bizarro da história (e nada a ver também) é que ANNA, o nome da namorada e do carro também, tem a alma da amada, que além de tudo consegue conversar com McKeen. Em 1997 a produtora decidiu “amenizar” a situação e lançou Team Knight Rider, uma série de televisão que em tese dava continuação ao primeiro filme. Em 2008 a NBC lançou uma nova temporada de Knight Rider, mas dessa vez com um Ford Mustang Shelby GT500KR e novo elenco. Também foram lançados seis jogos de videogame.

 

Deixe uma resposta