Skip to main content
Home » No SóCarrão » Você no SóCarrão » Subaru WRX 2001, o “Subarco” inspirado em Need For Speed

Subaru WRX 2001, o “Subarco” inspirado em Need For Speed

#VOCÊNOSÓCARRÃO: MARCO ANTONÔNIO BRONZATTO LEMOS – CURITIBA/PR.


Os games atraem independente da idade. São inúmeros jogos, de vários estilos e que fazem a alegria dos “pequenos” até os “grandinhos”. Para quem é fã de velocidade, os que envolvem super carrões e corridas alucinantes fazem a imaginação ir mais além, e tem a capacidade de despertar o desejo de ter uma máquina daquelas na vida real. Com o gerente Marco Antônio Bronzatto Lemos (23) foi exatamente assim. Ele conta que na adolescência viu um modelo da Subaru em uma versão do Need for Speed e aí nasceu a paixão pela marca, além do desejo de ter um daquele. Já adulto o sonho se realizou com uma “ajudinha” do padrinho e hoje chama atenção por onde passa com o carro que apelidou de “Subarco”. Conheça a história:  


“Minha história começa com a marca do meu carro, a Subaru. Conheci a marca na época do Need for Speed Underground UM. Ná epoca, entre 2002 ou 2003 não lembro ao certo, não estava nem beirando os 18 anos, fiquei mesmo só com ele nos “games”, e como sempre, os únicos jogos que gostava eram de corrida. Fui descobrindo um pouco mais sobre a marca e seus modelos com o decorrer dos anos. Internet, fóruns, clubes e outros, mas ate então nunca havia tido a oportunidade de andar em um. O primeiro foi um WRX Hacht Preto 2012 do meu primo.

Nunca tive a oportunidade de poder comprar o meu, sempre tentava negócio de um lado, negócio do outro e nunca dava certo. A maioria por falta de dinheiro, na época cursava Tecnologia em Manutenção de Aeronaves e nunca fui de estudar. Foi aí que um belo dia meu padrinho, que praticamente me criou como filho, veio e me falou: “se forme e passe na ANAC que te dou um Subaru”. Acho que nunca estudei tanto em minha vida, passei e me formei.

Comecei a procurar os carros no valor que ele tinha estipulado, procurei na internet, nos fóruns relacionados e foi aí que achei o tão esperado Subaru, um WRX 2001 Azul Rally raríssimo pela cor, e o modelo foi sempre o que mais sonhava em ter um dia, ou seja, sonho realizado. Fui até SP, peguei o carro e voltei. A viagem foi incrível (tirando os congestionamentos). Usei-o por uns cinco meses até que veio a infelicidade de quebrar o motor. Resolvi então “salgar” o carro antes mesmo de abri-lo e ver qual foi o problema.

Comprei todas as peças (Forjado) em dezembro de 2013. O carro ficou pronto no finalzinho de novembro de 2014. Durante o ano que ficou parado, fui comprando mais algumas peças, como os faróis e retrovisores do STI, cintos quatro pontos, dei uma incrementada no visual do carro e em janeiro resolvi parar de novo. Recentemente decidi por “fazer” os freios e acabei me empolgando, já troquei toda a suspensão por uma preparada (COILOVERS), troquei as rodas e substituí pelas 18×8, coloquei o Aerofólios original do STI e no momento estou esperando chegarem meus discos para poder finalizar o projeto.

Na lista das peças e outros componentes estão: Pistões JE FORJADOS, Bielas Manley e Bronzinas ACL FORJADAS, Vira ZERO OEM STD, Bomba óleo STI, Juntas OEM novas, Freios Brembo 4 Pistões  Dianteira e 2 Pistões Traseira, Discos Brembo Slotados Dianteiros, Coilovers H&R, AERO Original STI, Faróis STI Originais, Scoop STI em carbono, Retrovisores rebatíveis originais com o botão original, Rodas OZ Alleggerita HLT Gold com Pneus Yokohama ADVAN Sport V105 245/40ZR18 97Y.

 Apelidei ele de Subarco e todos meus amigos tiram sarro por isso. Prefiro nem contar quanto já gastei nele, pois se minha mãe e minha noiva lerem, fico solteiro e sem casa pra morar (risos). Sou um fanático pelas quatro rodas e seu funcionamento, tudo relacionado a automóveis e afins me interessa. O que sinto por carros não é somente uma paixão, é algo diferente que vem do fundo, parece que está no sangue. Estar envolvido com isso é como se apaixonar todos os dias, sentir o frio na barriga, as pernas ficarem tremulas, coração bater mais forte, adrenalina subir “lá no alto”, é algo que não tenho palavras para descrever”.

 MARCO ANTÔNIO BRONZATTO LEMOS

CURITIBA – PARANÁ

 

 [easymedia-slider-two med=”26447″]

 

Curtiu? Faça parte você também do Você no SóCarrão. Envie um e-mail para jornalista@socarrao.com.br e conte sua história. Ela vai aparecer aqui!

Compartilhar

Top 5 - SóCarrão

Super Carrões

Super Motos

Carros Antigos