Pesquisa revela que mulheres dirigem melhor do que homens

Dados foram coletados no Reino Unido. Pesquisas no Brasil realizadas em 2014 trazem informações parecidas.

 

“Mulher ao volante, perigo constante”? Esqueça-se dessa história. Dados levantados por uma seguradora do Reino Unido mostram que elas dirigem melhor do que eles. Ao todo cinquenta motoristas foram testados enquanto dirigiam e duzentos foram monitorados na Hyde Park Corner, um dos cruzamentos mais movimentados do local.

Ao todo, quatorze aspectos foram analisados e em um total de trinta pontos, as mulheres fizeram 23,6 contra 19,8 dos oponentes do sexo masculino. A explicação vem de outro ditado popular, “a mentira tem pernas curtas”. A maioria dos condutores do sexo masculino afirmou antes de ir para as ruas que respeitavam os limites de velocidade e as placas de sinalização, porém na prática era bem diferente.

Ao chegarem nas ruas, de um total de 84% que afirmaram ser prudentes somente 64% realmente faziam o que falavam. Mais da metade dos homens acelerou ao ver o sinal amarelo e no quesito cortesia, a nota foi baixa para eles. Somente 28% do time masculino “deu a vez” nas estradas contra 39% das mulheres que passaram pelo mesmo teste.

E não parou por aí: quando o sinal mudava de cor, 85% das analisadas pararam em segurança sendo que apenas 44% dos pesquisados fizeram o mesmo. Além disso, eles “colaram” na traseira do veículo da frente na maior parte das vezes (4% das mulheres fizeram isso). O resultado foi pulicado no The Telegraph.

No Brasil

Dados levantados pela Seguradora Líder, responsável pelo DPVAT no Brasil apontam que em 2014 das 763 mil vítimas de acidentes no trânsito, 75% eram do sexo masculino e apenas 25% do sexo feminino. Na região Sul do país que concentra 14% da população feminina brasileira, o percentual de indenizações por morte foi de 18% e 16% por invalidez permanente.

Deixe uma resposta