Procon-SP instaura processo contra a importadora da Porsche

Stuttgart Sportcar teria omitido gravidade do recall do Cayenne V6.
Segundo o Procon, o defeito pode provocar vazamento de combustível.
A Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, instaurou processo administrativo contra a importadora oficial da Porsche do Brasil, a Stuttgart Sportcar, por possível omissão no anúncio de recall da gravidade do ruído notado no modelo Cayenne V6. O comunicado foi divulgado em fevereiro pela empresa.
Segundo a Fundação Procon, nos Estados Unidos, o site governamental NHTSA (National Highway Traffic Safety Administration) divulgou o mesmo recall informando que o defeito deve-se a atritos entre o cano de combustível e uma capa do motor. O problema pode ocasionar visíveis marcas de abrasão e provocar vazamento de combustível, o que pode resultar em incêndio.

Entretanto, o comunicado divulgado no Brasil, afirmava que, apesar do ruído, o Cayenne V6 “não apresenta qualquer risco ao ser utilizado”, sem detalhar comprovações técnicas.
Por causa da contradição, o Procon-SP solicitou à importadora esclarecimentos. A entidade alerta para que o atendimento seja imediato, já que o defeito pode colocar em risco a segurança e a saúde dos usuários do veículo e de terceiros.