Nova Fiat Strada, ou Mini Toro, só chega no segundo semestre, mas você já pode conhecer quase tudo deste campeão de vendas

Por Antonio Carlos da Silva

A nova Fiat Strada, já apelidada de mini Toro, já é conhecida, mas só chega as concessionárias em junho ou julho, quando será seu lançamento oficial. A apresentação nacional do carro estava marcada para a primeira semana de abril, mas teve que ser adiada por conta do coronavírus. Poucos veículos de comunicação tiveram acesso antecipado ao carro e somente esses conseguiram fazer uma primeira avaliação. Mas a Fiat adiantou alguns detalhes da nova picape.

Exceto na versão Working, que continua sendo oferecida, as outras passam a ter novo visual e várias novidades, inclusive controle eletrônico de estabilidade com bloqueio eletrônico de diferencial. Além disso, as versões com motor 1.3 Fire Fly (109 cv e 14,2 kgfm) têm direção elétrica e a topo de linha Volcano conta com faróis de LED e a nova central multimídia com tela capacitiva de 7 polegadas, com conexão em fio para Apple Car Play e Android Auto.

Para manter a boa capacidade de carga, a suspensão traseira mantem o eixo rígido e mola semi-elíptica.

Outra novidade é que a caçamba passa a ter amortecimento, algo que a VW Saveiro já tem há uma década. De qualquer forma, isso reduz em 60% o esforço para abrir ou fechar a tampa. Ainda na parte técnica, consta que a distância livre do solo é de 23,2 centímetros, com ângulo de entrada de 23,2 graus e de saída de 28,4 graus na versão de cabine dupla.

Além do motor 1.3 Fire Fly, a Fiat oferece o 1.4 Fire (88 cv e 12,5 kgfm). Pelo menos por enquanto, a Fiat Strada continua sendo oferecida apenas com câmbio manual de cinco marchas em todas as versões.

Os preços só serão divulgados na ocasião do lançamento, depois da pandemia, mas as versões são Endurance 1.4 cabine simples e dupla : controles de tração e estabilidade com assistente de partida em rampas, ar-condicionado, direção hidráulica, preparação para som, direção com ajuste de altura, computador de bordo, iluminação diurna DRL, protetor de caçamba, iluminação de caçamba, porta-escada, para-choques sem pintura e rodas de aço aro 15″ com calotas. 

Freedom 1.3 cabine simples e dupla tem todos os itens da Endurance e mais direção elétrica, banco do motorista com ajuste de altura, travas, vidros e retrovisores elétricos, faróis de neblina, para-choques, maçanetas e retrovisores na cor da carroceria, rádio com porta USB frontal, rodas de liga aro 15″, alça para o passageiro, display digital de 3,5″ para o computador de bordo e sensor de pressão dos pneus. 

A topo de linha Volcano 1.3 cabine dupla vem com tudo que tem a Freedon e mais vidros elétricos traseiros, faróis de LED, bancos com revestimento misto de tecido e couro, central multimídia com tela de 7″, duas entradas USB, câmera de ré, sensor de estacionamento, volante revestido em couro, capota marítima, rack de teto, santo antônio e rodas de liga-leve aro 15″ com pneus de uso misto. 

A liderança absoluta da Fiat entre as picapes compactas por duas décadas no Brasil não é por acaso. No decorrer de seus 22 anos de trajetória, o modelo foi o responsável por diversas inovações no segmento que comprovaram sua versatilidade, qualidade e robustez, traduzidas na confiança do consumidor que, ainda em 2014, já tinha levado para casa mais de 1 milhão de unidades.

A força do modelo é tão grande que, em 2019, a picape completou 20 anos de liderança na categoria, fechando o ano como líder de seu segmento com quase 60% de participação de mercado.

@carrosemotores_by_antoniosilva
facebook.com/programacarrosemotores

Deixe uma resposta