REVISTA

Dicas para seu veículo e notícias do mundo do automobilismo

O que fazer em caso de acidente automotivo?

Esse é um assunto que nós não gostaríamos de falar, mas se faz necessário por não ser uma coisa que esperamos que aconteça, certo? Então, para ajudar os novos condutores e até mesmo refrescar a memória dos mais experientes, a Revista SóCarrão traz para você informações sobre o que fazer em caso de uma batida de carro, para vocês saberem como agir e o que fazer em caso de acidente automotivo.

Acidentes automotivos – estatísticas

Antes de falarmos necessariamente sobre o que fazer em caso de acidentes automotivos, é importante sabermos a proporção e a gravidade das coisas. Para isso, com informações diretas do Portal do Trânsito, através do Ministério da Saúde, trouxemos alguns dados alarmantes para colocar na nossa cabeça a consciência e a importância da condução segura e defensiva:

  • em 2019, ocorreram mais de 30 mil mortes oficiais por conta de acidentes automotivos. Se transformarmos isso em média diária, temos cerca de 82 mortes por dia em decorrência de batidas de carros;
  • 40% dos acidentes automobilísticos em 2020 com ocorrência de mortes envolvem motocicletas;
  • apenas as rodovias paulistas, em 2020, registraram mais de 29 mil acidentes automotivos;
  • a faixa de idade com maior ocorrência de acidentes automotivos fica com as pessoas entre 20 e 29 anos;
  • Se contarmos de 2010 para 2020, ocorreram oficialmente mais de 1,5 milhões de acidentes automotivos em estado grave, dando uma média de 150 mil acidentes anuais.

Os números são altos, graves e que se todos nós tomarmos cuidados e precauções, podemos evitar. No entanto, no caso da ocorrência, é necessário que saibamos o que fazer nas situações em que mais precisamos ter a cabeça no lugar e agir com precisão. Por isso, continue lendo e saiba tudo o que você precisa fazer em caso de acidente automotivo.

Para isso, vamos separar em alguns tipos de acidentes e classificá-los para podermos tomarmos as decisões mais rápidas e seguras.

O que fazer em caso de acidente de trânsito sem vítima

Primeiramente, em caso de acidente de trânsito sem vítima, é necessário que seja avaliado se alguma das pessoas envolvidas possui alguma lesão, leve ou não, para saber se todos estão bem e podemos seguir para o segundo passo. Caso haja alguma lesão, é necessário uma rápida avaliação, ao mesmo tempo que seja acionado o socorro através do telefone 192 (já falaremos mais sobre isso). 

Em caso de não ter ninguém com lesão, é necessário remover os veículos envolvidos no acidente da rodovia, para liberar passagem e não causar mais transtornos no trânsito, até porque obstruir vias é passível de multa segundo o artigo 178 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

Retirando os veículos da via, faz-se necessário sinalizá-la para avisar outros condutores que houve uma ocorrência e que eles precisam tomar cuidado para que não ocorram outros infortúnios na via. Então, sinalize o local do acidente com o triângulo à 30m do acidente e também deixando os piscas-alertas dos carros ligados. Todo cuidado é pouco para evitarmos mais transtornos.

É muito comum ocorrer a “troca de telefones” entre as partes e resolver isso de comum acordo mas, no entanto, isso pode não ser muito agradável quando um dos envolvidos resolve não dar mais atenção ou cumprir o que fora decidido em conversa e, neste caso, precisaria ser tudo resolvido através da justiça comum e de recursos com o departamento de trânsito da cidade onde tudo ocorreu, causando dor de cabeça nos condutores. O ideal, neste caso do acidente, é acionar a polícia de trânsito do local onde o acidente aconteceu através do próprio 190. 

Se as partes possuírem seguro, é aconselhável que seja feito o acionamento para adiantamento do sinistro e também para acelerar o processo de manutenção.

O que fazer em caso de acidente de trânsito com vítima

Independente da gravidade, em todo caso de acidente de trânsito com vítima é necessário acionar o SAMU através do 192 o mais rápido possível e o local deve ser sinalizado assim que possível. 

Optamos em começar o texto assim justamente para demonstrar a gravidade e a importância de que os primeiros socorros sejam prestados o mais rápido possível pelos profissionais de saúde.

Neste caso, dependendo da gravidade do acidente, não se faz necessário remover os veículos do local do acidente justamente por não termos total consciência da gravidade do acidente (lembre sempre que, em alguns casos, não devemos mover os envolvidos no acidente por questões de segurança e por proteção a saúde de cada um.

Lembre sempre: em casos graves, não devemos mexer nas vítimas, a não ser que tenhamos cursos da área de saúde que nos dão essa opção (medicina, enfermagem, curso oficial de paramédicos).

Esperamos que vocês não precisem passar por nenhuma das situações acima mas, se necessário, estejam informados para tomarem as melhores ações e decisões.

Um abraço da equipe SóCarrão!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *